Shiatsu: tudo sobre essa técnica de massagem


Você já ouviu falar no shiatsu? Trata-se de uma técnica de massagem oriental muito famosa no Japão e que se tornou um sucesso nos países ocidentais, incluindo o Brasil. O shiatsu não é apenas uma massagem qualquer, é uma espécie de terapia que trabalha toda a saúde, bem-estar e felicidade interior de quem a recebe.

O que é shiatsu e como essa terapia funciona?

Em japonês, “shi” significa dedos e “atsu” significa pressão, portanto, a tradução literal da palavra shiatsu significa realizar pressão com os dedos.

É uma técnica que associa as técnicas manuais de massagem japonesa com a teoria dos meridianos da medicina tradicional chinesa, a qual diz que existem linhas longitudinais pelo corpo humano e que elas se conectam com pontos sensíveis ao toque.

Quando esses pontos são estimulados, podem proporcionar a sensação de conforto, de tranquilidade e de bem-estar. Em outras palavras, o shiatsu se baseia na ideia de que temos um corpo energético, e que essa energia, chamada de energia vital que flui por canais existentes nele e é distribuída para vários pontos do corpo e por certos segmentos chamados de meridianos.

Na técnica do shiatsu podemos perceber quais os pontos corporais que possuem acúmulo ou carência de energia, chamados respectivamente de jitsu e kyo. O shitsu atua equilibrando esse fluxo energético com o objetivo de restabelecer a saúde física, emocional e espiritual do paciente que recebe a massagem.

Como é aplicada a técnica?

A técnica do shiatsu é feita com movimentos de pressão feitos com os dedos, os polegares e a palma das mãos em pontos que se localizam ao longo dos canais energéticos, chamados de meridianos. Em alguns casos podem ser usados os cotovelos e joelhos durante a técnica, mas nunca aparelhos mecânicos.


A pressão que é aplicada sobre a pele durante uma sessão de shiatsu pode corrigir o mau funcionamento do organismo, o que acaba promovendo e mantendo a saúde do indivíduo.

Mesmo que pareça um método simples de massagem, o shiatsu não se trata apenas disso. Na massagem relaxante focamos em problemas e queixas específicas de cada paciente, enquanto o shiatsu pode analisar todo o contexto de vida do paciente, como a rotina, alimentação e estilo de vida, cuidando de quem recebe a terapia de maneira integral.

Quais as indicações e benefícios do shiatsu?

Os benefícios da técnica do shiatsu vão desde a manutenção da saúde até a prevenção de doenças, capaz de integrar o corpo, a mente e o espírito através de uma visão holística. Seu foco é tentar resgatar o estado de equilíbrio do organismo, e não apenas eliminar os sintomas.

A prática pode ser usada para complementar o tratamento de diversas doenças, principalmente nos casos de doenças renais, desequilíbrios intestinais, problemas digestivos, problemas de autoestima, depressão, ansiedade, insônia e outros distúrbios do sono.

Os principais benefícios da técnica são: redução do estresse e da tensão, alívio de dores de cabeça e dores musculares, melhora na circulação sanguínea e linfática, sensação de bem-estar e prevenção de inúmeras doenças.

Porém, assim como em qualquer tratamento, no shiatsu existem algumas contraindicações, que são: mulheres até o terceiro mês de gestação, pessoas com osteoporose, pacientes com câncer, pessoas com processos inflamatórios agudos internos ou externos, pacientes em período pós-cirúrgico, além de não poder ser aplicada sobre fraturas, edemas ou varizes.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *