Dietas

Dieta Intermitente: como funciona e por que faz tanto sucesso




Dieta Intermitente é sucesso na Internet, mas tem que ser feita com auxílio de profissional, veja como funciona!

As dietas intermitentes se tornaram bastante populares nos últimos anos entre pessoas que desejam emagrecer sem renunciar por completo a alimentos calóricos. Além disso, alguns estudos têm vinculado esse tipo de dieta a benefício para a saúde, como a redução de cardiopatias e risco de câncer, maior longevidade e proteção a doenças relacionadas à velhice e declínio cognitivo. Mas é preciso ter muito cuidado, pois ela além de não ser indicada para todos, só deve ser realizada com acompanhamento de um profissional médico. Entenda melhor abaixo…

Dieta Intermitente – do que se trata?

Indo direto ao assunto , a Dieta intermitente, também chamada de jejum intermitente é um método de emagrecimento onde a pessoa fica alguns períodos do dia em jejum, sem comer mesmo. Os períodos são previamente programados de acordo com a necessidade e rotina de cada um. Talvez, para você que sempre ouviu falar que para emagrecer de forma saudável, é necessário comer de 3 em 3 horas, o jejum intermitente possa lhe parecer um método muito estranho, e incapaz de te levar ao emagrecimento. alguns profissionais até rejeitam o título de dieta, uma vez que ela na verdade é um método de obter o emagrecimento e não necessariamente um regime alimentar.

dieta intermitente funciona

A duração do jejum pode ser de 12 até 24 horas e consiste no aumento da função metabólica do organismo. Quando ficamos algum tempo sem nos alimentarmos, nosso corpo passa a usar outros recursos para gerar energia. Isso pode aumentar os níveis do hormônio do crescimento no sangue, bem como reduzir os níveis de insulina.

Vantagens desse método de emagrecimento?

Estudos favoráveis à dieta realizados por neurocientistas sugerem ainda que jejuar e fazer a dieta intermitente pode:

  • Retardar o envelhecimento;
  • Promover o emagrecimento a partir da queima de células de gordura;
  • Reduzir a pressão arterial;
  • Acentuar o paladar devido à sensibilidade das papilas gustativas;
  • Reduzir inflamações;
  • Acelerar a reparação celular;
  • Promover a saciedade (depois que o organismo está adaptado);
  • Diminuir a resistência à insulina.

No entanto, é importante ressaltar que alguns benefícios não são consenso entre os pesquisadores e nem todos os estudos se mostram favoráveis à adoção do padrão alimentar. Uma pesquisa da Universidade de Chicago (EUA) revelou que o jejum intermitente pode “atrasar o desenvolvimento de doenças que levam à morte”, o que significa que seus praticantes regulares podem desfrutar de uma vida mais longa e saudável do que as pessoas que comem três refeições por dia ou seguem uma dieta tradicional de restrição calórica.

Existem problemas ao fazer a dieta Intermitente?

dieta intermitente funciona

Sim, e entre os efeitos colaterais da dieta intermitente estão: dores de cabeça, tonturas, dificuldade em manter a concentração, alterações de outras patologias e na absorção de medicamentos pelo corpo.Já entre as pessoas mais vulneráveis a esse tipo de dietas estão os idosos e os menores de 18 anos, as pessoas quem têm índice de massa muscular muito baixo ou problemas emocionais ou psicológicos relacionados com a alimentação.

Segundo nutricionistas, as dietas intermitentes podem ser tão eficazes para perder peso como outras que restringem o consumo de calorias. Mas ainda se tem muito a aprender sobre esse método, incluindo qual é o padrão ideal de jejum ou de restrição calórica.

Cardápio dieta Intermitente

O cardápio abaixo é mera sugestão, encontrada no site receitanatureba.com, procure um profissional antes de fazer o cardápio por conta própria

Dia 1

-ALMOÇO-
200 ml de leite desnatado (92 calorias)
mamão (43 calorias)
Aveia 1 colher de sopa (49 calorias)

-JANTAR-
Frango salteado com legumes e apenas uma maça (305 calorias)
1 banana (82 calorias)
Total: 571 calorias acumuladas

dieta intermitente

Dia 2

-ALMOÇO –
Um ovo cozido, uma maçã e uma manga (223 calorias)

-JANTAR-
Arroz Integral 2 colheres de sopa (140 calorias)
Quiabo cozido 100 gramas (32 calorias)
1 ovo médio cozido (68 calorias)
1 mandioca médica cozida (119 calorias)
Total: 589 calorias acumuladas

E afinal, funciona ou não?

Segundo um estudo científico de 2016 da Universidade Johns Hopkins (EUA), esse padrão de alimentação pode ajudar na perda de peso de maneira moderada por ser mais sustentável para alguns pacientes do que outras dietas mais restritivas, embora diga que mais pesquisas são necessárias a respeito.

Mas especialistas afirmam que, antes de iniciar qualquer dieta, um médico deve ser consultado.

Importante

Vale dizer que o jejum intermitente não é recomendado para qualquer pessoa, principalmente para aquelas que possuem algum problema de saúde. Por isso, não o faça sem acompanhamento médico!

Pra quem não fica sem comer gostoso nas dietas, sugiro ler sobre o wrap low carb, que é bem gostoso.

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.