Sintomas de verme: quais são? Como tratar?


A nossa flora intestinal é formada por uma grande variedade e quantidade de microrganismos que são benéficos para o nosso organismo e essenciais no processo de digestão. No entanto, como nosso intestino é o ambiente ideal para a vida desses microrganismos, é natural que aqueles que não são benéficos também acabem se proliferando ali. Esses microrganismos são chamados de parasitas.

Os parasitas podem ser divididos em dois grupos, os vermes, que são aqueles que podem ser vistos a olho nu, e os protozoários, que são compostos somente de uma célula.

Entenda como os vermes surgem

O contágio via oral é a forma principal de transmissão. Alguns alimentos podem ser contaminados quando consumidos sem a devida higienização. Animais também podem ser veículos, como os caramujos, que transmitem a esquistossomose. Gatos e cachorros também não são imunes e, para que não haja contágio, deve-se dar vermífugo para os animais.

Como é feito o tratamento

O tratamento para vermes é através de medicação, mas isso não dispensa a higiene adequada para evitar a transmissão dos vermes. As medicações mais usadas são o Albendazol e o Mebendazol, que devem ser utilizadas apenas depois de uma consulta médica, pois alguns vermes devem ser tratados com remédios diferentes.

Conheça os principais vermes e seus sintomas

Tênias: Ao total, existem quatro tipos diferentes de tênia e, o mais comum é a T. solium, que é popularmente chamada de solitária. Os quatro tipos podem ser identificados da mesma forma, através da borda do ânus. Sua infecção não causa sintomas, mas em alguns casos podem ocorrer náuseas, diarreia, vômito e dores abdominais.

Lombriga: Nome popular dado ao parasita Ascaris lumbricoides. O parasita pode causar dores abdominais e desidratação e, conforme seu crescimento, podem gerar obstruções na região anal.

Oxiúrus: Conhecidos cientificamente como Enterobius vermicularis, são vermes bem pequenos e brancos, que causam coceira intensa na região do ânus. Em mulheres, pode vir acompanhada de inflamação na vagina e vulva. Outros sintomas que podem ocorrer são náuseas, perda de peso, vômitos, dores abdominais e na evacuação.

Esquistossomo: Popularmente chamada de barriga d’água, é comum em ambientes em que não exista saneamento básico e que possuam caracóis. Esse verme causa a infecção através da penetração na pele e pode gerar febre, erupções cutâneas, calafrios, dores nas articulações e músculos, diarreia com sangue e muco, dores fortes na barriga e aumento anormal do fígado.

Giárdia: É o protozoário que causa a giardíase e pode ser transmitido pelo contato com pessoas infectadas, alimentos ou água contaminados. Ocorre normalmente em regiões sem saneamento básico e seus maiores sintomas são diarreia crônica ou aguda, distensão abdominal, desidratação, flatulência e evacuação com cheiro forte.

Recomendados para você:


7 comments

  1. Ed

    Boa tarde. Excelente conteúdo, mas cadê os medicamentos para resolver o problema das vermes,ou seja matar elas e as suas lavas.

    • Júlio Santiago

      Albendazol e Menbendazol citados no texto os mais usados. O texto explica que vc tem q fazer exame primeiro e somente pode prescrever. Acorda.

  2. Luciana Galvão do Nascimento

    Boa tarde. Sou da área de saúde e sugiro que você verifique a troca de VERME, no que diz respeito à giardíase. A doença não é provocada por verme e sim por um protozoário chamado Giardia lamblia.

  3. Azilvete

    A minha neta esta muito magra e pálida e não come bem ela torma muito refrigerante e tem apenas 5 anos ,pode ser vermes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *