Sintomas de sinusite: conheça todos!


A sinusite é caracterizada pela inflamação dos seios do rosto. Esta doença pode ser classificada de duas maneiras: aguda, quando os sintomas aparecem rapidamente e crônica, quando as crises são recorrentes.

Os seios da face são muito importantes para o ser humano, dentre suas funções estão: redução do peso craniano, aquecimento do ar, e composição da ressonância da voz. A mucosa dos seios da face possui inúmeras glândulas, estas produzem muco e são cobertas de cílios que direcionam a matéria exterior, retida no muco, para ser eliminada pelo nariz.

Resfriados, alergias, infecções e alterações anatômicas podem ser ganchos para a instalação de germes nas mucosas que, vulneráveis, facilitam o processo de inicialização da sinusite.

Sintomas de sinusite: conheça todos! (Foto: Divulgação)

Sintomas de Sinusite

Podem haver algumas diferenças entre os sintomas da sinusite crônica e da sinusite aguda.

Sinusite aguda: a dor de cabeça está entre os sintomas mais comuns, esta pode se apresentar de várias maneiras (pontadas, cabeça pesada, pulsante, sensação de pressão). Entupimento nasal, acompanhado de secreção sanguinolenta, dificultando a respiração também é comum. E, além desses sintomas, também pode ocorrer dores musculares, cansaço, tosse, coriza, febre, falta de apetite e dor na face.

Sinusite crônica: os sintomas são semelhantes ao da sinusite aguda, mas sua intensidade varia. Nesta variação da doença a febre e dor na face podem não aparecer, o sintoma mais recorrente é a tosse. Na maioria dos casos a tosse é mais frequente à noite e mais intensa quando a pessoa altera a sua posição de em pé para deitada, ou vice-versa, pois com essa mudança a secreção se movimenta pela parte de trás das fossas nasais irritando o organismo que utiliza a tosse como meio de expulsar o corpo estranho. A tosse pode, inclusive, desaparecer durante o dia quando a secreção assume a mesma posição por muito tempo.


Sintomas de sinusite: conheça todos! (Foto: Divulgação)

O ar condicionado pode causar sinusite?

O termo correto associado a essa doença deveria ser rinossinusite, já que ela sempre se apresenta juntamente com a rinite, que é a uma inflamação da mucosa nasal. Não há estudos ligando diretamente o uso do ar condicionado a nenhum desses dois cenário. Para o índice elevado de desenvolvimento de rinites alérgicas em países mais desenvolvidos, não foi encontrada nenhuma explicação satisfatória. Mas, por outro lado, uma apresentação diferente dessa doença, a rinite irritativa, provém do alto nível de poluição presente no globo terrestre.

Sintomas de sinusite: conheça todos! (Foto: Divulgação)

Prevenção da Sinusite

Para prevenir a sinusite é importante tratar, de maneira correta, qualquer doença respiratória, como resfriados e alergias por exemplo, sempre fazendo o tratamento indicado pelo médico pelo tempo completo e bebendo bastante líquido para diluir a secreção; Evitar o ar condicionado, pois mesmo que não existam estudos ligando diretamente a sinusite a seus efeitos, ele pode agir como meio de disseminação de agentes infecciosos; Procurar um médico assim que identificar qualquer um dos possíveis sintomas; Quando apresentar um quadro de sinusite aguda seguir o tratamento de maneira adequada para não dar início a um quadro crônico; Evitar contato com objetos acumuladores de pó como almofadas, cortinas, tapetes, ursos de pelúcia, etc; E, por fim, tomar cuidado extra com mudanças bruscas de temperatura.

Sempre procure seu médico se houver qualquer um desses sintomas! Já falamos também da importância do plano de saude, sugiro a leitura do artigo.

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *