Alergia a esmaltes – como resolver?


A alergia a esmaltes é um problema comum, mas que nem todos sabem que possuem. Geralmente é provocada por uma alergia aos produtos químicos que são usados nos esmaltes, podendo ser controlada com o uso de esmaltes antialérgicos ou até mesmo adesivos de unha.

A alergia a esmalte é conhecida como dermatite de contato e pode gerar sintomas como unhas lascadas e frágeis, coceira, vermelhidão ao redor dos dedos, entre outros. Quem lida com alergia a esmaltes ainda pode usá-los, mas tomando certos cuidados. A seguir, descubra mais sobre a alergia a esmaltes.

Sintomas da alergia a esmaltes

A melhor forma de identificar os sintomas da alergia a esmaltes é ficando atento aos sintomas que podem surgir após aplicar um esmalte na unha. Quem sofre da alergia, geralmente lida com sintomas como unhas frágeis que quebram e lascam com facilidade, pele seca e que descama nos dedos, bolhas de água nos dedos, pele vermelha e com bolinhas ao redor das unhas, coceira e dor na pele.

No entanto, esse problema tende a gerar sintomas também em outras áreas além dos dedos, como no pescoço, nos olhos e no rosto, pois geralmente essas partes do corpo possuem um contato direto com as unhas. Portanto, os mesmos sintomas mencionados podem ser encontrados nessas partes do corpo também. Nem todos os sintomas podem surgir ao mesmo tempo, por isso é preciso avaliar suas unhas e identificar quando elas estão com algum tipo de problema.

Diagnóstico da alergia a esmaltes

O diagnóstico do problema pode ser feito facilmente através de um teste realizado pelo dermatologista. Nesse teste, várias substâncias que causam alergia em diferentes partes da pele, são aplicadas sobre as unhas e atuam por 24 a 48 horas.


Depois desse período, o médico irá observar se surgiram os sintomas mencionados. Se o teste der positivo, o tratamento poderá ser iniciado seguindo as recomendações médicas e com cuidados em casa.

Tratamento da alergia a esmaltes

A alergia ao esmalte é um problema sem cura, mas é possível tratar e controlar os sintomas. O médico pode recomendar o uso de medicamentos antialérgicos ou corticoides, dependendo de cada pessoa. Esses remédios servem para aliviar os sintomas. Podem ser consumidos via oral, em comprimidos ou também em pomadas, para uso direto na pele.

Além de usar os medicamentos recomendados pelo médico, há alguns cuidados que podem ser feitos em casa para evitar que o problema surja. Você pode, por exemplo, trocar a marca de esmalte que utiliza, pois outra marca pode não usar os mesmos componentes. Você pode também passar a usar um removedor de esmalte hipoalergênico, deixando de usar a acetona.

É ideal também passar a usar esmaltes sem tolueno e sem formaldeído, pois são as substâncias causadoras das alergias; dê preferência aos esmaltes antialérgicos. Também há alguns adesivos para unha que servem para decorá-la e podem atuar como substitutos do esmalte. Em todos os casos, sempre busque ajuda médica antes de começar a agir por conta própria, de modo contrário os sintomas podem piorar.

Já falamos aqui também sobre as aulas de manicure que  são bem interessantes.

Sugestões e dicas podem ser deixadas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *