Colesterol LDL: aprenda tudo sobre o colesterol ruim!


Colesterol LDL pode trazer vários problemas para sua saúde, confira por que ele sobe e como combater isso.

No mundo atual, as pessoas tem feito uma combinação pra lá de ruim para sua saúde: pouco exercício e má alimentação. E isso acaba ocasionando um problema bem grave, que pode ter consequências graves no futuro. Sim, estamos falando das taxas de colesterol, mais precisamente o colesterol ldl. Se você não sabe do que se trata, vamos explicar direitinho e também dar dicas de como deixar ele controlado. Acompanhe com a gente.

O que é o colesterol LDL

colesterol é um tipo de gordura produzida no fígado que está presente em todas as células do corpo e exerce importantes funções no organismo. Grande parte do colesterol circulante no sangue (cerca de 70 a 80%) é produzido pelo fígado, enquanto que o restante provém da alimentação.

colesterol LDL

Quando uma pessoa possui problemas no fígado esse metabolismo fica prejudicado, e associado ou não à alta ingestão de gorduras, a pessoa acaba tendo uma taxa de colesterol muito elevada. O colesterol ingerido ou fabricado é lançado na corrente sanguínea e transportado aos diversos órgãos através de proteínas especiais presentes no sangue (HDL e LDL).

 

A nomenclatura conhecida como LDL (lipoproteína de baixa densidade) refere-se à gama de partículas de lipoproteína, que variam em tamanho e capacidade, as quais carregam colesterol no sangue e pelo corpo para ser usado pelas células. É geralmente chamado de “mau colesterol” ou “colesterol ruim” devido à relação de altos níveis de LDL e doença cardíaca

Problemas causados por ele

Níveis altos de gorduras no sangue, especialmente o colesterol, podem acarretar problemas ao organismo. Com o aumento do colesterol no sangue, aumenta o risco de:

Angina e infarto – são algumas das doenças que mais assustam. Ambas são causadas, principalmente, pelo excesso de colesterol no sangue. Para se ter uma idéia, o colesterol é responsável por 4,4 milhões de mortes anuais no mundo.

Diabetes – É uma doença caracterizada pela falta de produção ou produção insuficiente de insulina ou também pela ação insuficiente da insulina, que faz com que haja o aumento na taxa de glicose no sangue. A diabetes tipo II pode estar relacionada com o excesso de peso e colesterol e a obesidade.

 


Como manter suas taxas de colesterol baixascolesterol LDL

O primeiro passo é tomar cuidado com a sua alimentação:

colesterol LDL

 

  • Escolha gorduras saudáveis. Evite gorduras saturadas, que aumentam os níveis de colesterol ruim (LDL), e se livre das gorduras trans que, além de aumentar o LDL, reduzem o colesterol bom (HDL). Prefira as gorduras insaturadas que são encontradas em peixes, castanhas e óleos vegetais.
  • Prefira os integrais. Pães, massas e cereais integrais ajudam a evitar oscilações na taxa de glicose e te deixam saciado por mais tempo. Muitos destes alimentos contém fibras, que contribuem para baixar o colesterol LDL.
  • Faça escolhas saudáveis. Coma mais frutas e verduras. O ideal é substituir os doces e alimentos processados por aqueles alimentos naturais. Dê preferência ao leite desnatado no lugar do leite integral. Escolha iogurtes de marcas com menor teor de gordura e carboidratos (açúcar).

Exercícios são importantes

Também é preciso prestar atenção a outros fatores:

• Estar acima do peso
Se você está acima do peso ideal, perder alguns quilinhos pode contribuir para que seus níveis de colesterol se reduzam consideravelmente. Uma rotina de exercícios físicos ajuda você a entrar em forma, a regular o apetite e de quebra a diminuir seus níveis de colesterol.

• Lembre-se que existem algumas gorduras “do bem”
Estar com níveis de colesterol acima do ideal quer dizer que é preciso reduzir o consumo de alimentos com muitas gorduras também. Mas para toda regra há exceção. Alguns tipos de alimentos são ricos em gorduras que se transformam no HDL (colesterol bom). Abacate, nozes e azeite são fontes de gorduras monoinsaturadas que também ajudam a diminuir os níveis do LDL (colesterol ruim).
Outros alimentos ricos em ômega-3 também são importantes. Por isso não deixe os peixes, como o salmão, de fora do cardápio.

Conclusão

Faça um acompanhamento com seu médico para controlar seu progresso. Se a dieta e o exercício não forem suficientes, os remédios receitados pelo seu médico podem ser uma boa opção para reduzir o nível de colesterol.

Bom pessoal, espero que tenham curtido essas informações e que consigam proteger sua saúde, evitando esse colesterol ruim ok? É muito perigoso não dar atenção a isso como vocês puderam ler no artigo.Já falamos aqui sobre os suplementos queimadores de gordura, sugiro a leitura.

Dúvidas e sugestões consultem sempre seu médico.!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *