Saude

Caseum – Bolinhas fedidas na garganta: como evitar?


Veja como evitar o caseum, aquelas bolinhas fedidas na garganta, que incomodam e cheiram mal. Entenda o que são e como surgem.

Atualmente, as pessoas se preocupam cada vez mais com sua saúde e sua boa apresentação. E um dos problemas que mais incomodam é comc erteza o mau halito. E um dos motivos do mau halito é o caseum, aquelas bolinhas fedidas na garganta, que nos incomodam tanto. No artigo a seguir, voce vai entender como elas agem, por que se formam e como evitar. Acompanhe a seguir!

O que é o caseum? (Bolinhas fedidas na garganta)

Indo direto ao assunto, em síntese o Caseum, (palavra em latim que significa queijo), também é conhecido como tonsiolita. Eles são aquelas substâncias amarelo-esbranquiçadas que se formam nas amígdalas (amígdalas), mais precisamente nas criptas, com os antibióticos.Na maioria dos casos em que ele ocorre,  o paciente só procura o médico quando há umrelato de secreção de secreção faríngea dura e pútrida. Às vezes, com menos frequência, reclamam da sensação de um objeto estranho, como se houvesse algo tipo uma casquinha de pipoca na garganta.

bolinhas fedidas na garganta
Imagem: Abha.org.br – direitos reservados ao autor

Por que o caseum ocorre?

Eles ocorrem normalmente na região das amígdalas. Elas  ajudam o sistema imunológico ao filtrar vírus ou bactérias que entram no corpo pela boca ou, de acordo com a Academia Americana de Otorrinolaringologia, as amêndoas são a primeira linha de defesa do corpo. Por mais estranho que pareça, as amígdalas estão revestidas de muco, que é o mesmo muco que reveste o interior da boca. Existem várias ranhuras e criptas ao longo desse revestimento. O número de criptas nas amígdalas varia de pessoa para pessoa. Pedaços de comida, bactérias e outros detritos podem ficar presos nessas criptas ou sulcos. Esses depósitos se calcificam ou endurecem e levam à amigdalite.

Como evitar que as bolinhas fedidas na garganta surjam?

É importante ter em mente que hábitos de vida saudáveis ​​ajudam a controlar os casos de amígdalas, tornando-os esporádicos e controlados. Se você quer evitar que esse problema ocorra, você também terá de prestar atenção as seguintes atitudes:

  • Sempre beber muitos líquidos ao longo do dia. A hidratação contínua e adequada deixa o muco mais fino, ajudando a limpar o caminho das amigldalas e evita o acúmulo de partículas nas mesmas;
  • Procure evitar o consumo de alimentos que engrossem a saliva como por exemplo o café, álcool, bebidas lácteas, chocolate;
  • Tente fazer gargarejos diários com produtos anti-sépticos ou enxaguantes bucais;
  • não fique sem comer por muito tempo;
  • Se o problema for grave pode ser necessário usar saliva artificial, como nos casos de xerostomia (boca seca) causada por algumas doenças reumatológicas e diabetes;
  • Consuma muitas frutas com propriedades adstringentes como maçã, limão, abacaxi, laranja, caju, caqui, por exemplo, elas te ajudam a limpar o resíduo da boca.

Elas já surgiram, existe tratamento?

Se os caseums das amígdalas não apresentarem sintomas graves, forem apenas bolinahs pequenas, nenhum tratamento é administrado, pois o próprio corpo é responsável pela eliminação dos casos de amígdalas. No entanto, caso ocorra calcificação, que atrapalhe ou até cause dor e infecções,  se necessário, seu médico pode indicar os seguintes tratamentos:

caseum

Criptólise amigdaliana

No caso da criptólise da amígdala é  realizado um procedimento a laser que consiste em alisar a superfície das amígdalas e remover as criptas em que se formam os cálculos. Outra alternativa é a criptólise com ondas de rádio. O procedimento é semelhante em eficácia, com a vantagem de não ocorrer queimadura a laser. Embora reduza a probabilidade de formação de novos cálculos, a criptólise não garante que eles não reapareçam.

Remoção das amigdalas

Esse costuma ser o último recurso nos casos em que as outras alternativas não funcionaram e as pedras causaram muitas complicações, infecções e coisas do tipo. Essa cirurgia somente é indicada nos casos que o paciente sofre com amigdalites frequentes por conta das pedras, o que não é muito comum. Entretanto, essa cirurgia pode não trazer resultados, uma vez que, raramente, as amígdalas crescem novamente e as calcificações do caseum

Em conclusão

Se você tem sentido algum problema na garganta ou qualquer coisa do tipo, procure sempre seu médico, de preferência um otorrino laringologista que pode cuidar do seu caso mais a fundo, fazer exames e investigar tudo. Não nos responsabilizamos pelo mal uso das informações aqui apresentadas que são de domínio público na internet.

Já falamos em outro artigo sobre o

Sugestões de novos artigos deixe nos comentários!

Referências de Pesquisa: Associacao brasileira de halitose –  ColgateSorridents


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *