Vitamina K: benefícios e onde encontrar!

Saiba tudo sobre a vitamina K e veja como ela pode ajudar seu corpo a ter mais saúde.

Quem presta atenção a alimentação e a saúde, sabe que as vitaminas são super importantes para nosso corpo, como já comentamos em vários artigos, quando falamos por exemplo da vitamina a ou sobre a vitamina c. No artigo de hoje, vamos falar também sobre a famosa vitamina K, que tembém é bastante importante e pouca gente conhece, acompanhe conosco.

O que é a vitamina K

vitamina k

Indo direto ao assunto, a  vitamina K é um grupo de vitaminas lipofílicas e hidrofóbicas, que foi descoberta no ano de 1929 por Henrik Dam em um estudo realizado com galinhas, observando-se hemorragia como sinal característico de uma dieta sem gorduras. No ano de 1935, foi relatado por este mesmo pesquisador que o sintoma era aliviado quando uma substância solúvel em gordura era ingerida, denominando-a de vitamina K ou vitamina da coagulação.

São 3 os tipos de Vitamina K que podem ser encontrados na natureza:

  • Vitamina K1: Conhecida também por filoquinona, é encontrada em vegetais (principalmente de folhas verdes) e pode ser ingerida diariamente, mesmo em altas doses, pois ela não é tóxica;
  • Vitamina K2: Conhecida também por Menaquinona, ela é produzida por bactérias do nosso corpo que são encontradas no intestino. Ela também não é tóxica, mesmo sendo produzida em grandes doses;
  • Vitamina K3: Conhecida também como Menadiona, é um composto sintético e pode ser duas vezes mais potente (biologicamente) que as vitaminas K1 e K2. Além disso, ela pode ser transformada em vitamina K2 caso passe pelo trato intestinal. Ao contrário das outras, caso for ingerida em altas doses, ela pode causar anemia e lesões do fígado. Essa vitamina é utilizada em alguns tratamentos.

Como ela ajuda nosso corpo?

Essa vitamina é essencial para o organismo, ela ajuda em uma série de processos, como coagulação sanguínea, além de contribuir para a saúde dos ossos e ser amplamente utilizada em casos de bebês que nasceram prematuros.

Funcionamento do Cérebro – A vitamina K é muito importante quando nos referimos ao bom funcionamento cerebral, ter uma boa memória, motricidade e concentração. Para ter um cérebro saudável, precisamos manter uma boa e saudável alimentação,incluindo alimentos com vitamina K.

Meditação corpo

Coagulação Sanguínea – um dos seus efeitos no organismo é o bom funcionamento da coagulação do sangue.

Fortalecimento dos ossos – O fortalecimento ósseo também é outro estímulo positivo gerado por esta vitamina quando existente no organismo. A mesma atua repondo os nutrientes necessários aos ossos e também na defesa do corpo contra o surgimento de complicações no coração e tumores.

Anúncio Patrocinado:

Propriedades anticancerígenas – A vitamina K demonstrou ser efetiva na redução do risco de câncer de próstata, cólon, estômago, nasal e oral. Um estudo até descobriu que altas doses de vitamina K ajudaram os pacientes com câncer de fígado a se estabilizar e até melhorar a função hepática, mostrando também que um aumento na ingestão da mesma está associada a um risco reduzido de mortalidade cardiovascular e de câncer.

Problemas da falta dela no organismo

A falta de vitamina K está relacionada com problemas como hemorragia e osteoporose. Além disso, a baixa quantidade dessa vitamina no organismo pode gerar sintomas como a presença de sangue em fezes e urina, manchas escuras na pele (equimose), saída de sangue pela boca, má-formação óssea e deposição de sais de cálcio na parede das artérias.

Como obter vitamina K

fontes de vitamina k

São vários alimentos que a possuem, tais como:

Brócolis, couve-flor, o agrião, a rúcula, o repolho, o nabo, a alface, o espinafre e outros vegetais verdes, os óleos vegetais, o azeite, as oleaginosas, o abacate, o ovo e o fígado.

Apenas 50 gramas deles, já tem a dose diária recomendada de vitamina K.

Existem contra indicações

Sim, não se deve exagerar no consumo para não sofrer com hipervitaminose. Consulte sempre seu médico antes de fazer uso de qualquer suplemento de vitamina K. Com relação a ingestão diária dessa vitamina, a recomendação de ingestão é a seguinte:

  • Adultos do sexo masculino e feminino – 25mg;
  • Mulheres nutrizes, ou seja, que estão amamentando – 10 mg;
  • Crianças – 1 micrograma por cada quilo de peso.

O consumo excessivo e a ingestão além das necessidades de vitamina K põem ocasionar a estimulação exagerada da coagulação sanguínea, fato que pode aumentar o risco de trombose.

Conclusão

Bem pessoal, esperamos que as informações tenham sido úteis e que continuem com sucesso a se alimentar corretamente com as melhores vitaminas ok? Se quer ler sobre suplementos que dão energia, sugiro a leitura sobre o tribulus terrestris.

Dúvidas e sugestões podem ser deixadas nos comentários

Até a próxima

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *