Saude

Testosterona:o que é? como age? Aprenda aqui!


Conheça tudo sobre a testosterona, do que se trata, o que faz em nosso corpo e muito mais!

A testosterona nada mais é do que o principal hormônio de caráter androgênico, sendo ele produzido de forma natural pelo nosso organismo. Nos homens, esses hormônios são armazenados nos testículos, e nas mulheres, nos ovários.

Porém, basta falar de testosterona para que rapidamente ele já seja associado ao sexo masculino, mesmo que produzido por ambos os sexos, como já destacamos. Mas há um motivo bem claro para explicar isso: os homens apresentam um nível aproximadamente 30 vezes maior de testosterona do que o público feminino.

A produção de testosterona é concentrada pela manhã, assim que o homem acorda. No período noturno ela costuma ser mais lenta.

E quais são as funções da testosterona?

testosterona homem

De uma forma geral a testosterona se responsabiliza pela determinação das características do gênero masculino – tanto em aspectos comportamentais como também físicos. De uma forma geral o próprio comportamento sexual dos homens tem como base a produção da testosterona. Ele também aumenta a libido.

Algumas de suas funções no organismo são as de:

  • Fortalecer as estruturas dos ossos;
  • Engrossar a voz – processo que ocorre durante o período da puberdade;
  • Aumento e possível crescimento de massa muscular;
  • Primeira formação (também durante a fase da puberdade) e manutenção de pelos (assim como ocorre também com a barba);
  • Maturação e desenvolvimento dos órgãos sexuais;
  • Processo de “ativação” de algumas regiões do cérebro responsáveis exclusivamente pelo desejo sexual.

Além disso, o hormônio também é capaz de estimular o uso do estoque de gordura em nosso organismo, um dos motivos pelos quais o metabolismo masculino costuma ser mais rápido e eficaz para a queima de gordura do que o feminino.

Os mais altos níveis de testosterona são atingidos pelos garotos entre os 15 e 18 anos de idade, na fase da puberdade. Eles seguem no mesmo ritmo até os 30 anos de idade, quando a sua produção começa a diminuir – entre 0,5 a até 1% a cada ano que passa. Sendo assim, é normal que com o tempo o homem diminua o seu desejo sexual, a sua concentração de massa muscular magra e, possivelmente, ele também ficará mais frágil e sujeito a fraturas, por exemplo.

Se por um lado a testosterona estimula o desejo sexual, por outro, ele também aumenta a agressividade. A forte presença deste hormônio nos homens é o que permite que eles sejam mais ‘racionais’ do que emocionais, diferentemente das mulheres.

E para os que praticam atividades físicas, tais como a musculação, aqui vai uma boa notícia sobre a testosterona: ela também auxilia no ganho de massa muscular magra a medida em que aumenta a velocidade do metabolismo de gorduras, e assim, faz com que o organismo produza mais energia. E essa energia, meio à atividade física, será facilmente queimada.

E como já deu para perceber, a testosterona é de grandíssima importância para os homens. Sua deficiência faz com que as características sexuais do garoto não se desenvolvam, tais como os músculos, crescimento dos testículos e pênis, pelos da região genital, engrossamento da voz e dos pelos do resto do corpo e crescimento de barba. Confira abaixo os benefícios da Testosterona:

testosterona infografico

E a testosterona nas mulheres?

As mulheres produzem testosterona em uma quantidade muito inferior quando em comparação com os homens. Dessa forma, não engrossam a voz, desenvolvem barba ou ficam mais agressivas, por exemplo. Por outro lado, o hormônio também se responsabiliza pelo desenvolvimento dos órgãos sexuais femininos e pela formação/manutenção dos pelos, como na região genital, axilas, braços e pernas.

Mas mesmo assim é possível reconhecer com facilidade a atuação da testosterona no organismo feminino – principalmente durante a fase da TPM, tão temida pelos homens, quando as mulheres podem se tornar mais agressivas, estressadas e emocionalmente descontroladas.

Além disso, quando a mulher tem uma forte deficiência na produção deste hormônio (ou melhor, quando a produção é quase que inexistente), ela pode apresentar problemas no caso de uma gestação de menino – neste caso, o garoto pode não herdar o hormônio e nascer com características sexuais do gênero feminino. Mesmo que rara, a condição é possível.

Sinais de que os níveis de testosterona estão baixos

Mesmo que a produção natural do hormônio deva começar a cair só a partir dos 30 ou 40 anos (o que varia de organismo para organismo), alguns homens podem sofrer com taxas mais reduzidas da testosterona anos antes do que o esperado, o que gera uma variedade de sintomas e alterações em todo o seu corpo.

Alguns fatores de risco que ajudam a diminuir a sua produção são: problemas cardíacos, doenças crônicas (tais como a bronquite, por exemplo) e obesidade.

E os principais sinais de que algo pode estar errado na produção do hormônio são: diminuição da libido, cansaço frequente e intenso, problemas para memorização e confusões mentais constantes, mudanças repentinas de humor, dificuldade na construção de massa magra, acúmulo de gordura, perda de massa nos ossos, insônia e crescimento reduzido de pelos no corpo.

Dicas para aumentar o nível de testosterona no organismo

Se você notar alguns dos sintomas listados acima no seu organismo, vale a pena fazer uma visita ao médico. Se o nível de testosterona no sangue for realmente diagnosticado abaixo da média, provavelmente será necessária reposição hormonal.

E como complementar ao tratamento, confira ainda uma lista com alguns alimentos que podem ajudar na reposição do hormônio:

  • Gorduras saudáveis – castanhas, amêndoas, nozes, azeite extra virgem, azeitonas e outros alimentos caracterizados como gorduras saudáveis, quando consumidos em maior quantia podem estimular a dosagem deste hormônio no organismo;
  • O mesmo serve também para as frutas. Entre as que se destacam estão a maçã e a banana. Alimentos ricos em vitamina C, tais como o limão, laranja, acerola e tomate também ajudam na produção de vários hormônios – e especialmente da testosterona, para os homens;
  • Carnes magras – carnes sem gordura, além de ajudarem na dieta são fundamentais para a sintetização da testosterona no organismo. Prefira carnes grelhadas, sendo algumas opções: frango, peixes, fraldinha, maminha e mignon;
  • Ovos – os ovos são ricos em colesterol bom e também em proteínas, o que faz com que ele também se torne uma das mais indicadas fontes vitais para estimular a produção de testosterona.

Além desses alimentos que você pode consumir para melhorar seus níveis de testosterona, suplementos e bons hábitos também costumam ter bons resultados. Confira abaixo dicas para elevar seus níveis de testosterona:

Suplementos para aumentar a Testosterona

Indo direto ao ponto, o  Anadrole é um suplemento importado composto de duas substâncias importantes para a definição muscular: Arginina e Ornitina.

Caso não saiba, a arginina e a ornitina são dois aminoácidos que estimulam a secreção do hormônio do crescimento (HGH) e inibem a perda de massa muscular após cirurgias ou ferimentos. Eles estimulam a atividade anabólica, que é o processo de cicatrização e reconstrução das fibras musculares.

anadrole

O Anadrole é um produto que não tem nada dos perigos do esteróides e que não contem testosterona o segredo do seu sucesso, é que ele usa uma formula de nutrientes naturais, para fazer com que seu corpo produza sozinho a testosterona, de forma natural, o que melhora seus resultados musculares, mas sem agredir o organismo.

No site oficial é onde encontramos com o melhor preço, clique e confira:

anadrole preço comprar

No infográfico abaixo, você também pode notar mais algumas dicas importantes e interessantes para o aumento da testosterona:

 

aumentar testosterona

Conclusão

Bom pessoal, espero que tenham curtido as informações ok?

Dúvidas e sugestões podem ser deixados nos comentários

Até a próxima!