Sintomas de Glicose Baixa: como ocorrem e o que revelam!


Sintomas de glicose baixa ajudam a identificar outros problemas, confira como eles ocorrem!

No mundo atual, vivemos nos alimentando da pior forma possível: fast food, açúcar em excesso, refrigerantes e muitos alimentos que nos permitem fazer refeições rápidas, mas que no longo prazo, destroem a saúde do nosso corpo. No artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre um desses problemas  e aprender a identificar os sintomas de glicose baixa que podem ocorrer. Quem já possui problemas como diabetes sabe que é super importante sempre medir suas taxas(com o freestyle libre por exemplo) Mas primeiro vamos entender do que se trata, acompanhe conosco…

O que é a glicose?

Sintomas de Glicose Baixa

Indo direto ao assunto, a glicose é um carboidrato  que é considerado por médicos e cientistas, uma das mais importantes fontes de energia para nosso corpo. A glicose é conseguida através de alimentos doces, naturais ou manufaturados, além dos amidos e carboidratos. A glicose é obtida por nosso organismo através da sacarose (o açúcar produzido através de plantas como cana de açúcar e beterraba) e da frutose (açúcar natural, obtido diretamente de frutas).Quem está interessado em perder peso deve optar por alimentos com menos glicose, como legumes, verduras, alimentos integrais e carboidratos ricos em fibras.

Em nosso organismo, o pâncreas é o órgão responsável em produzir o hormônio denominado insulina, e que é o responsável por permitir a entrada da glicose em nossas células. Se ocorre algum problema com o pâncreas, pode ocorrer uma deficiência na produção de insulina o que altera a captação da glicose pelas células resultando no aumento da glicose no sangue. Isso pode ocasionar uma série de problemas, como a ocorrência da diabetes mellitus ou problemas como a hipoglicemia que é a falta de açúcar no sangue e pode causar:

Sintomas de Glicose Baixa

Não é difícil notar quando eles ocorrem, os sintomas de glicose baixa são muito claros e facilmente reconhecidos por portadores de diabetes:


  • Fome Excessiva
  • Tremores e suor
  • Sensação de fraqueza
  • Confusão mental
  • Palpitação do coração

Nos casos mais comuns, o simples fato de ingerir açúcar, faz com que a pessoa volte ao normal, mas o recomendado é sempre ter auxílio médico, para que ele tem certeza que esses sintoams estão associadas a baixa da glicose ou se trata de outro problema mais sério.

Quais o problemas que envolvem a baixa taxa de glicose?

Sintomas de Glicose Baixa

O principal é a Hipoglicemia, que  é um distúrbio provocado pela baixa concentração de glicose (açúcar) no sangue, que pode afetar pessoas portadoras de diabetes ou não.

A hipoglicemia é considerada por muitos como um efeito colateral do tratamento de diabetes, mas diversos outros fatores também podem levar uma pessoa a desenvolver um quadro hipoglicêmico. Isso porque a hipoglicemia não é uma doença em si, mas um indicador de que pode haver algum problema de saúde mais grave.

Como manter a Glicose no nível correto?

  • Faça exercícios regularmente. Evite ficar parado(a), nosso corpo nasceu para se movimentar;
  • utilize a escada ao invés do elevador;
  • Caminhe sempre que possível e não passe longos períodos sentados assistindo à TV;
  • Procure ter uma alimentação saudável;
  • Inclua sempre em seu cardápio frutas e verduras;
  • Procure se alimentar de 3 em 3 horas, assim você conseguirá ingerir menor quantidade de alimentos por vez;
  • Evite açúcares de adição em chás, café e sucos;
  • Evite refrigerantes;
  • Reduza ao máximo que conseguir a ingestão de doces, balas, chicletes e chocolates.

Mantenha também suas idas ao médico constantes e com ele a par de tudo e de seus exames. A Hipoglicemia deve ser sempre acompanhada de perto.

Conclusão

Bom pessoal, espero que tenham curtido as dicas e que consigam com sucesso identificar os sintomas de glicose baixa. Sempre consulte seu médico regularmente!

Sugestões de novos artigos podem ser deixadas nos comentários!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *