Reeducação Alimentar: o que é? Como funciona?


Reeducação alimentar é uma boa para emagrecer, confira como funciona!

A reeducação alimentar consiste no emagrecimento progressivo, de maneira eficaz e saudável. Você já viu ouvir falar sobre aquelas dietas milagrosas, com nomes aleatórios, como dieta da água, do limão ou do ovo? Então, elas não funcionam em longo prazo. Entenda o porquê ao longo deste artigo.

Quero melhorar a minha alimentação: como fazer?

Quando uma pessoa pensa em reeducação alimentar, ela já imagina algo perto de restrição de alimentos gostosos, dietas completamente radicais ou até mesmo deixar de comer o que gosta. Por isso, a prática causa tanto espanto à primeira vista.

No entanto, o que a maioria não sabe é que a reeducação alimentar está atrelada a organização da sua dieta. Não precisa ser torturante, nem mesmo algo que te tire do sério. A reorganização alimentar deve ser uma prática natural que, ao passar do tempo, traz benefícios e vantagens para a sua saúde.

Dessa forma, montar um prato em um restaurante, por exemplo, fica menos angustiante. Você fica mais livre, mas mantém a consciência sobre aquilo que come. Bora ver como funciona na prática?

reeducação alimentar

Como funciona reeducação alimentar?

Antes de tudo, você precisa ter em mente que a reeducação alimentar não é uma dieta propriamente dita, pois não demoniza certo grupo de alimentos, não é algo momentâneo, mas traz resultados ao longo da vida.

As dietas milagrosas, como mencionamos no início do artigo, até que funcionam, pois você emagrece rapidamente. No entanto, o seu peso anterior volta na mesma intensidade que ele se foi.


Com a reeducação alimentar é diferente, uma vez que ela envolve a mudança completa de hábitos. Ou seja, você passa a se alimentar melhor, não te impede de comer o que gosta, com moderação e, no fim, os resultados são sempre melhores.

Reeducação alimentar: devagar e sempre

Se você deseja emagrecer de maneira saudável, saiba que a paciência deve ser a sua amiga mais próxima. Quando falamos em perda de peso, é normal a euforia por resultados rápidos, mas com a reeducação alimentar é diferente.

Os bons hábitos começam de maneira gradativa, adicionando alimentos naturais na sua rotina, deixando um pouco de lado os industrializados e assim vai.

Mas, você não precisa substituir todos os alimentos que gosta, como biscoitos, refrigerantes, doces e salgados. Você pode comê-los, porém com moderação, sem exceder o limite e mantendo a consciência limpa.

reeducação alimentar emagrecimento

Como mudar minha alimentação na prática?

Você já deve ter entendido o conceito básico de reeducação alimentar, não é mesmo? Agora, vamos te mostrar como deve praticar os bons hábitos alimentares na sua dieta.

Diminua os açúcares – reduzir a quantidade de açúcar, como aquele do café, da balinha ou do brigadeiro é um bom começo. Reduza o consumo de refrigerantes, sucos e beba mais água.

Prefira os alimentos caseiros – use alimentos naturais, como verduras, legumes e frutas. Evite o consumo de lanches e alimentos ricos em sódio, como os ultraprocessados. Desse jeito, de passo em passo, o resultado começa a aparecer na balança.

Mantenha a consciência alimentar – controle a sua fome e não a deixe dominar você. Coma de maneira consciente e mastigue bem a comida; não se prenda a quantidade. Uma refeição feita e saboreada com qualidade não precisa ser servida em grandes porções.

E aí, já começou a sua reeducação alimentar?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *