Fígado de boi – veja os benefícios desse alimento


As pessoas de mais idade sempre comentam sobre a importância de comer esse alimento ao menos uma vez por semana. Mesmo o fígado de boi sendo não muito querido pelas crianças vale a pena colocá-lo no cardápio.

Vamos trazer aqui algumas teorias sobre esse alimento e seus benefícios a saúde humana.

Fígado de boi

O fígado de boi é classificado como um “superalimento” o que indica que ele deve ser incluído na nossa dieta. Apesar de não ser um alimento popular, muitas delicias podem ser feitas com o seu uso.

O bife de fígado de boi traz vitaminas A, C, B12, B5 e B6. Também contém ácido fólico, cobre, zinco, selênio e riboflavina. Recomenda-se que seja consumido os fígados de animais jovens para que se aproveite melhor essas vitaminas. Em animais velhos o fígado pode ter grandes quantidades de toxinas e acabar não sendo um alimento saudável.

Benefícios de consumir fígado de boi

Destacam-se alguns benefícios nutricionais desse alimento, confira alguns deles a seguir.

* Previne anemia: como contém ferro o bife de fígado é indicado a quem tem anemia.

* Essencial para gestantes: as proteínas, vitaminas, ferro e outros nutrientes são fundamentais ao desenvolvimento do feto.

* Ajuda na desintoxicação: o alimento age contra as toxinas, em principal as do fígado humano. Quando ingerimos o fígado de gado ele filtra as toxinas e as remove do organismo.

Esses são apenas alguns exemplos de benefícios do fígado de boi para a saúde, mas o alimento ainda é estudado devido suas propriedades nutricionais.

Malefícios do consumo excessivo de fígado de boi

Assim como existem as pessoas que gostam de consumir fígado também há as que não gostam nenhum pouco. Vimos anteriormente como a sua ingestão é importante, porém se comido em excesso pode ter efeito contrário do esperado, observe.


* Rico em colesterol: sim o fígado de boi possui altos níveis de colesterol, por isso não é recomendado em demasia.

* Piora o quadro de gota: sendo a gota uma doença que age ao ácido úrico quem tem deve evitar ingerir fígado pois ele contém substancias que aumentam o ácido úrico no organismo e por isso pioram o quadro.

* Toxinas: muitas vezes os bois armazenam toxinas pesadas em seus fígados, resultados de antibióticos, vacinas, hormônios e pesticidas dos quais o boi entra em contato em vida.

Por isso orienta-se que ao comer esse alimento tenha certeza que a sua origem seja animais jovens evitando que os malefícios citados anteriormente venham a prejudicar a sua saúde.

Como preparar fígado de boi

Para preparar o fígado bovino existem várias formas podem ser bifes ou pequenos cubos grelhados na chapa. Você pode usar a sua criatividade culinária e fazer pratos diversos com essa iguaria.

O segredo é deixar os bifes de fígado de molho no leite, isso tira o gosto forte dele e a acidez. Eu usei uma xícara de chá de leite sobre  os bifes. Mexa bem e deixe aí por uns 15 minutos.Depois disso escorra os bifes (mas não lave) e tempere com o alho amassado e o sal. Deixe no tempero um pouquinho para pegar sabor. Depois aqueça a frigideira, coloque um pouco de óleo e frite os bifes, sem colocar muitos de uma vez. Vire o fígado quando já tiver dourado de um lado. Vá fritando os bifes e reservando em uma travessa. Agora vamos fritar as cebolas.

Caso a frigideira que você usou para fritar os bifes tenha ficado muito queimada, passe um papel toalha para tirar o excesso e coloque mais óleo. Coloque as rodelas de cebola (não precisa soltar as rodelas, quando aquecer elas se soltam sozinhas), deixe o fogo baixo e vá fritando as cebolas mexendo de vez em quando (isso demora um pouquinho). Quando as cebolas estiverem douradinhas tempere com sal e coloque sobre os bifes de fígado fritos e sirva quente.

Não há restrição para comer fígado de gado crianças, idosos e gravidas podem ingeri-lo sem medo, mas devem seguir ordens médicas e nutricionais a fim de proteger a saúde dos mesmos.

Vale ressaltar que a procedência do fígado é extremamente importante.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *