Couro cabeludo: a saúde dos fios da raiz até a ponta!


Entenda tudo sobre seu couro cabeludo! Quer saber dicas incríveis para ter um cabelo bonito e sedoso, com movimento e volume? Confira aqui todas as etapas para tratar bem seus fios!

couro cabeludo

Fortes e sedosos: a saúde dos fios!

Primeiro: não basta tratar apenas os fios! Cuidar dos cabelos vai além do que se vê, pois um cabelo forte e saudável começa na raiz. É ela que define como os fios se comportam e garante brilho e qualidade. Uma raiz saudável trabalha melhor e produz um fio de cabelo mais brilhoso, forte e, consequentemente, mais resistente à queda e à quebra.

O  mais importante é nunca deixar os cabelos sujos por muito tempo.  Os  fios oleosos precisam ser lavados diariamente, enquanto os normais podem ter um intervalo de um dia e os secos devem ser limpos três vezes na semana. É imprescindível lavar com um bom shampoo e massagear bem com as pontas dos dedos, mas não uso a unha para não  escamar e machucar o couro cabeludo. Enxaguar bem é fundamental e, ao aplicar o condicionador, evite o contato com a raiz.

couro cabeludo

Em cabelos oleosos, se possível , nem passe condicionador!

Produtos de tratamento, como leave-in, gloss e sérum, que geralmente são muito gordurosos, também devem ser aplicados só do comprimento às pontas para não melar o couro cabeludo. O efeito é parecido com os poros da pele, se houver muita oleosidade e resquícios de produtos, eles podem entupir, causando queda de cabelo e caspa.

Como identificar problemas na raiz

É fácil saber quando a raiz não está sendo bem tratada, pois são esses os indícios:

  • queda de cabelo;
  • caspa;
  • excesso de oleosidade;
  • queimadura do couro cabeludo;
  • escamação;

Existem produtos específicos para o cuidado com o couro cabeludo e a raiz, como tratamentos anti-queda, fortificantes, esfoliantes e xampus de limpeza profunda. Além da coloração, estes são os únicos produtos que devem entrar em contato com a raiz dos cabelos e, ainda assim, com muito cuidado. Alisamentos, por exemplo, são vilões para o couro cabeludo. Por isso, na hora de escolher um tratamento capilar, opte por aqueles que não sejam aplicados diretamente na raiz. O ideal é que ela seja preservada, por isso muitas mulheres reclamam de queda após  as famosas escovas progressivas.


Na hora de lavar

Você é adepto de um bom banho quente e ainda lava o cabelo todo dia? A tática pode até ser relaxante, mas provavelmente está detonando o seu couro cabeludo – e de diferentes maneiras:

  1.  A água quente estimula as glândulas sebáceas da região, responsáveis pela produção da oleosidade, que trabalharão mais que o normal.
  2. O excesso de água decorrente da lavagem diária vai retirar a oleosidade natural, estimulando as glândulas a trabalhar ainda mais para compensar a falta de sebo.
  3. O resultado é o aspecto engordurado em dobro, que pode obstruir os poros que dão passagem ao fio de cabelo, e, consequentemente, dificultar a distribuição dessa oleosidade, importante para a hidratação do fio por inteiro.

Para evitar o desastre,  a lavagem deve ser feita com água em temperatura menor que 25 graus e, preferencialmente em dias alternados. Assim você evita os desgastes causados pelo excesso de água, sem permitir o acúmulo de sujeira. No caso de cabelos muito oleosos, se não der para intercalar as lavagens, é fundamental respeitar a temperatura da água, que deve ser de morna a fria.

Enxágue bem

O acúmulo de produtos na raiz dos cabelos também pode entupir os poros (folículos pilosos) do couro cabeludo, que é por onde o fio de cabelo sai, prejudicando a nutrição dos fios. Isso acontece comumente com os produtos do tipo “2 em 1”, que agregam xampu e condicionador numa só fórmula. A maioria das pessoas não retiram totalmente esse produto do cabelo, e os resquícios acabam se acumulando no couro cabeludo, mas o problema pode acontecer com qualquer outro produto. Por isso, recomenda-se que condicionadores e cremes não sejam aplicados diretamente na raiz e que o xampu seja muito bem retirado após a lavagem.

couro cabeludo

Dicas para hidratar e combater a descamação

É preciso cuidado quando houver descamação, que pode ser causada pela queda de temperatura: No frio, a sudorese fica diminuída, por isso há o ressecamento do couro cabeludo e possivelmente a descamação. Existem produtos específicos que podem hidratar o couro cabeludo sem deixá-lo com aspecto ensebado e nem obstruir os poros do couro cabeludo.

Vale ressaltar que os produtos que hidratam o couro cabeludo não são os mesmo usados para hidratar o fio. Usar uma máscara capilar na região com esse objetivo pode, portanto, agravar o quadro. Para os fios existem produtos ativados pelo calor do secador e da chapinha que dão a proteção necessária. Mas e para as raízes? Não há produto capaz de atenuar o dano do calor excessivo, a única solução é o cuidado ao fazer esses procedimentos.

Por isso é recomendável que o secador fique a uma distância mínima de 30 centímetros da raiz dos cabelos e a chapinha a cerca de um centímetro e meio do couro cabeludo, pois é preciso lembrar que eles danificam os cabelos e não devem ser usados frequentemente. Cuide-se!

Gostou desse artigo?  Seja sempre bem vindo! Não esqueça de deixar o seu comentário, dica ou sugestão  aqui.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *