AFTA? Sintomas, tratamentos e causas, confira agora!

Afta ocorre em mais pessoas do que se pensa, mas tem cura, veja como! Saiba quais são os sintomas mais comuns e por que ela ocorre

Quem nunca passou por aquele probleminha chato de uma feridinha incomodando na boca, que arde ainda mais quando você ingere algo mais ácido ou com mais sal? Com certeza você já passou por isso, ainda que não soubesse exatamente do que se tratava. Conhecidas como aftas, essas feridinhas incomodam bastante e no artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre como elas ocorrem, como são tratadas e muito mais. Mas primeiro vamos entender o que é de verdade a afta. Acompanhe conosco…

O que é a Afta?

afta sintomas

Indo direto ao assunto, a afta, também conhecida por “úlcera oral” ou “úlcera aftosa”, é um conjunto de estomatites aftoides, e o termo provém do grego “queimando”. Caracterizada como lesão, sua ocorrência é na mucosa oral. Essas lesões são benignas e não costumam causar maiores problemas além do desconforto. Os especialistas referem-se à afta como uma “lesão própria”, pois não é causada por fungos ou bactérias nem quaisquer outros microrganismos. Existem dois tipos básicos de aftas:

Aftas Simples

Estas podem aparecer três ou quatro vezes por ano e duram até uma semana. Elas geralmente ocorrem em pessoas entre 10 e 20 anos de idade.

Aftas Complexas

Estas são menos comuns e ocorrem mais frequentemente em pessoas que já tinham afta antriormente.

Sintomas e tratamento

aftas infografico

A bem da verdade, as causas das aftas não são totalmente conhecidas, mas acredita-se que estejam ligadas ao consumo de alguns alimentos (queijos, amêndoas, frutas secas, alimentos com determinados conservantes, frutas ácidas) e medicamentos (AINEs, ácido benzóico, quimioterápicos), possam ser aftogênicos.

Outras possibilidades que podem ocasionar essas feridas bucais são:

·        Certas alergias;

·        Provavelmente o cigarro;

·        Pessoas estressadas;

·        Problemas relacionados ao sistema digestivo;

·        Genética;

·        Desequilíbrio hormonal;

·        Má alimentação;

·        Entre outros.

As aftas, que normalmente se curam sozinhas, duram de sete a dez dias e não deixam cicatriz. Se o problema persistir a um tempo superior a esse, é necessário procurar um médico ou um dentista. Além disso, uma consulta também é necessária em casos em que aftas aparecem com frequência.

Anúncio Patrocinado:

Existe Remédio para afta?

O uso de remédio para afta apenas faz com que o processo de cicatrização seja acelerado. Nenhuma substancia é capaz de curar a lesão da afta. Ou seja, não existe remédio para afta milagroso.

Existem várias soluções atualmente, desde remédios caseiros, a medicamentos de farmácia.Relativamente a estes últimos, os mais eficazes no tratamento das aftas, existem dois tipos: as pomadas anestésicas, e as pomadas anestésicas com anti-inflamatórios e corticoides na sua constituição. Relativamente às primeiras, têm a única função de aliviar a dor, de maneira a tornar a evolução da afta menos dolorosa e mais confortável.

pomadas afta

Já quanto às segundas, têm a mesma função que as anteriores, mas com a vantagem de ajudar a uma cicatrização mais rápida, o que permitirá também maior rapidez no seu desaparecimento. Os dois tipos de medicamentos mais utilizados são o Acetonido de triancinolona (OMCILON-A ®) e o Amlexanox (Aphthasol®).

Remédio caseiro para afta

Uma solução caseira do tempo da vovó é o bicarbonato de sódio.

O bicarbonato funciona como um poderoso antisséptico, assim como o sal, é um ótimo remédio caseiro.

  • Pode ser utilizado também dissolvido em água, e bochechar na boca,
  • ou ainda fazer uma pastinha de água e bicarbonato e aplicar diretamente na ferida.

A aplicação pode ser feita 3 vezes por dia até que a ferida suma por completo.

Conclusão

Bem pessoal, é importante procurar sempre seu médico ou dentista mais próximo, ao menor sinal de que você está com afta. Não nos responsabilizamos pelo mal uso das informações aqui apresentadas que são de domínio público na Internet.

Se você quer ler sobre mais alguma coisa do nosso corpo, deixe sua sugestão nos comentários!

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *