Noticias

Trabalho abusivo: quando trabalhamos além da conta


Ter um bom salário, benefícios empresariais e projeções de crescimento e desenvolvimento dentro da empresa é essencial, porém, nem sempre os trabalhos são saudáveis e assim como outras relações, ele também pode ser abusivo.

Certamente você conhece alguém que parece trabalhar muito, a todo tempo, e é sugado por suas obrigações profissionais, não é mesmo? É claro que os profissionais têm seus deveres, mas é preciso ficar atento se você está fazendo sua obrigação ou trabalhando além da conta e do seu escopo.

Você já se perguntou e refletiu sobre isso? Reunimos alguns pontos para que você entenda se está trabalhando mais do que deveria. Confira!

Como saber quando trabalhamos além da conta

trabalhando demais

Seu trabalho não tem hora para acabar

Os profissionais contam com horários definidos de trabalho, portanto, é natural que existam horas para entrar e sair ou tempos definidos diários para dedicação e entrega.

Se em sua empresa só existe horário para entrar, mas o de ir embora não é respeitado, é preciso ligar o sinal de alerta. É claro que existem períodos em que é preciso de uma dedicação para entregas e finalização de trabalho e as horas-extras são comuns, mas isso não pode se tornar rotina.

Seja no escritório ou em casa, no home office, é preciso ter uma hora para se desligar do trabalho.

As pausas não são bem-vindas no ambiente

Muitos gestores e empresas acham que produtividade significa passar o dia todo em frente ao computador, máquinas ou no posto de trabalho. Porém, é essencial que o profissional tire pausas durante seu horário de trabalho para relaxar e “recuperar o fôlego”.

É claro que isso não significa ficar horas longe do seu posto de trabalho, mas se momentos de almoço, café, banheiro e até mesmo troca de ideias com colegas de trabalho não são bem-vistas pela empresa, não acredite que isso é normal.

A empresa quer disponibilidade total do profissional

Evidente que muitos empregos exigem maior disponibilidade e alerta para trabalho fora do horário combinado para eventuais demandas. Mas caso seu trabalho tenha horários e regras específicas, seu gestor e empresa não podem exigir que você esteja sempre online e disponível.

Se muitas são as mensagens fora do horário, em finais de semana, feriados e cobranças que não fazem sentido para seu escopo, é preciso ter atenção e conversar com gestores e RH.

É essencial que o profissional tenha sua vida pessoal, lazer e descanso preservados e estar disponível e sendo cobrado 24 horas por dia, 7 dias por semana não é saudável.

Não existem feedbacks claros, apenas cobranças

Dar resultados e fazer entregas de qualidade é preciso, mas para que isso ocorra, é essencial que o profissional tenha direcionamento de seus gestores, saiba quais são seus pontos positivos e negativos e entenda em quais tarefas estão indo bem ou mal no trabalho.

Se no seu ambiente há muitas cobranças e pressão, mas não existe cultura de feedbacks claros, comunicação assertiva e espaço para ideias e trocas, é preciso repensar sobre o ambiente e suas demandas.

O estresse é constante em sua vida

É normal que o trabalho gere estresse para os trabalhadores em momentos de maior tensão, pressão e cobranças. Porém, isso não deve ser um estado constante. Se você está trabalhando demais, é natural que o estresse seja uma condição permanente e é preciso tomar cuidado com isso.

Se você não consegue desligar do trabalho e vive pensando apenas sobre isso, é um sinal de que ele está ocupando mais do que deveria em seu dia a dia.

Não há espaço para hobbies e lazer

Como está seu tempo livre? O quanto você tem feito atividades prazerosas, cuida da saúde física e mental, tem trocas e relacionamentos sociais e se desliga do trabalho?

Se isso não está constante em seu dia a dia, é preciso ter cuidado! Se dedicar ao trabalho é essencial, mas como dissemos, é preciso ter horário para que ele acabe para que você tenha tempo livre e se dedique a outras atividades.

Se seu ambiente não permite que a vida pessoal e social seja valorizada e equilibrada, é necessário ter atenção com a relação empresarial que está ocorrendo em sua vida.

O trabalho é um momento importante e essencial na vida, porém, ele não pode ocupar todo espaço em sua rotina e é preciso ter divisão entre vida profissional e pessoa. Se a empresa em que você atua não permite que isso seja realizado, é preciso tomar cuidado com essa relação.

Você se encaixa em algum item desses que listamos? Se sim, tenha atenção ao seu ambiente e não deixe de se priorizar nessa relação!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *