Menstruação Escura: veja os problemas que podem ser


Menstruação escura pode ser sinal de algo mais grave, veja por que e como ocorre

O ciclo menstrual de uma mulher, ao mesmo tempo que é muito natural, também pode ser muito complexo. Podem ocorrer variações de cor, fluxo e períodos. Algumas vezes essas variações podem ser um sinal de alerta que seu corpo está enviando.

É muito importante que você conheça os padrões e saiba identificar alterações em seu ciclo, para que um médico ginecologista possa constatar possíveis anormalidades. Mas a menstruação escura nem sempre é um mau sinal.

Menstruação escuraPor que acontece?

A menstruação escura é considerada normal se você possui um fluxo de baixa intensidade. Os fluídos produzidos no útero ficam acomodados por um período mais longo no canal da vagina e, assim, não são excretados tão rapidamente.

O contato prolongado dos fluídos com o canal vaginal vai causar uma alteração natural, responsável pela mudança de cor do que o corpo expelirá.

Conheça as principais causas da menstruação escura

A menstruação, quando expelida em cores mais escuras, como marrom ou preta, pode ser motivada por vários fatores, conheça alguns:

Gravidez: Nas primeiras semanas de gestação é comum que surja um sangramento marrom, rosa ou vermelho-escuro, referente ao período em que o embrião se prende nas paredes do útero.


Alterações emocionais: O excesso de estresse e até mesmo o desenvolvimento de depressão podem modificar a estrutura do útero e diminuir a espessura das suas paredes. Com essa modificação, a descamação das células é atrasada e, assim, o sangue oxida com mais facilidade, o que o torna mais escuro.

Alterações hormonais: É comum que a menstruação fique escura durante problemas de tireoide ou até mesmo pela menopausa. Essa modificação também pode acontecer após a troca da pílula anticoncepcional ou quando a mulher está amamentando frequentemente.

Doenças sexualmente transmissíveis: A gonorreia e a clamídia são doenças sexuais causadas por bactérias e, aceleram a deterioração do sangue menstrual, deixando-o mais escuro. As DST’s também são sinalizadas pelo cheiro ruim, febre, dores pélvicas e corrimento marrom, que pode ocorrer antes ou depois da menstruação.

Endometriose: A endometriose é caracterizada pelo crescimento do tecido endometrial fora do útero. Essa e outras condições, como a adenomiose, podem ocasionar sangramentos escuros e dores na região pélvica. Nesses casos, a menstruação, pode, ainda, ficar mais longa e demorar mais de 7 dias para acabar.

Pós-parto: No período pós-parto o útero leva aproximadamente 45 dias para retornar ao seu tamanho normal e, pode ocorrer sangramento por todo esse tempo. A menstruação escura acaba sendo normal nesses casos e já é esperada.

Saiba quando procurar um médico

Alterações no ciclo menstrual são consideradas normais e geralmente não indicam problemas, mas se surgirem outros sintomas você deve procurar um médico ginecologista. Fique atenta a sinais como tonturas, dores na região íntima, febre acima de 38 ºC, palidez na pele ou abaixo das unhas, sangramentos de escape, menstruação com duração de mais de 7 dias ou, ainda, ficar sem menstruar por mais de 3 meses.

Geralmente, a cor da menstruação não é motivo para preocupações. O ideal é esperar cerca de dois dias após o início de seu ciclo para que o organismo se acostume com a modificação hormonal e, depois disso, sua menstruação deve voltar à coloração de costume.

Caso você note algum dos sintomas e a coloração dos fluídos alterada por muitos dias, assim como corrimentos e mau cheiro, procure um ginecologista. O médico irá examiná-la e pode solicitar exames, como exame de sangue, de urina ou até mesmo o papanicolau, para que possa identificar o que está causando as mudanças em seu ciclo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *