Gastrite nervosa:como ocorre? como evitar?


Gastrite nervosa é um mal que ataca a todos hoje em dia. Veja como ela ocorre, se há tratamento e muito mais!

A nossa vida atual é corrida, emprego, casa, família, academia e outras coisas que nos fazem desejar que o dia tenha mais de 24 horas. Essa vida corrida é muitas vezes regada a café, chocolate, viagra natural, refrigerantes entre outras bebidas e alimentos que podem nos fazer ter gastrite nervosa. Saiba tudo sobre a gastrite nervosa como ocorre e o que fazer para evitá-la e como tratá-la.

O que é a gastrite nervosa

A gastrite nervosa é muito comum de ocorrer em adolescente e adultos ativos, principalmente em mulheres, muita ansiedade, depressão, rotina corrida, são fatores que auxiliam para que ocorra a gastrite nervosa. Porém a gastrite nervosa é um tipo de doença que não causa alteração nas paredes do estômago, por isso quando as pessoas reclamam de muita dor no estômago, mas os exames não apontam nada, os médicos diagnosticam como gastrite nervosa. Ou seja essa é uma doença que causa dor, mas não provoca marcas fáceis de detecta-las, por isso se sentir dor procure um médico logo, quando antes descobrir a gastrite nervosa, mais rápido será o tratamento.

A principal diferença entre a gastrite clássica e a nervosa é que a primeira é causada por uma bactéria, bebidas alcoólicas e medicamentos,  enquanto a nervosa é desencadeada por fatores emocionais.

Sintomas da gastrite nervosa

Gastrite nervosa

A gastrite nervosa é uma doença silenciosa, e vai se manifestar quando você estiver sob muito estresse, tenso ou irritado. Um dos primeiros sintomas é a queimação na garganta, algo parecido como uma bola de fodo que sobe e desce pela garganta, além disso as pessoas sentem mais enjoos e pouca vontade de comer.

Outros sintomas da gastrite nervosa são:

  • Dor no estômago ou na área abdominal com sensação de pontadas ou agulhadas
  • Azia
  • Dificuldade de digestão
  • Perda do apetite
  • Enjoo e vômito
  • Gases frequentes e arrotos
  • Saciedade antes mesmo de terminar a refeição

Gastrite nervosa tem cura?

A gastrite nervosa é uma doença que tem cura, mas para isso é preciso fazer algumas mudanças na alimentação, tomar antiácido e calmantes que ajudarão a evitar o desconforto que ocorre por causa da doença.  A gastrite nervosa é uma inflamação no estômago causada por questões emocionais e ataca principalmente mulheres jovens. O tratamento da gastrite nervosa é semelhante ao da gastrite clássica, porém para tratar a gastrite nervosa é necessário também controlar as emoções e ficar calmo.Gastrite nervosa


O tratamento da gastrite nervosa consiste em diminuir a produção de ácido no estômago para que a mucusa presente nele possa se regenerar. Por isso é de extrema importância que você consiga controlar as suas emoções durante o tratamento. Aprender a lidar com o estresse é muito importante, pois ele é responsável por desencadear uma crise de gastrite, por isso muitas vezes ajuda psicologia é recomendada durante o tratamento.

Como a gastrite causa dores no estômago os antiácidos são recomendados, você pode encontra-los na forma de comprimidos como o Pepsamar, calmantes também são indicados, pois ajudam a controlar o estresse. Mas existem também receitas caseiras como o suco de batata crua e o chá de camomila, que é uma calmante natural.

A alimentação também é mais restringida durante o tratamento, por isso bebidas alcoólicas, refrigerantes, frutas ácidas como limão e laranja, e alimentos gordurosos estão vetados nesse período.

Outras cuidados necessários no tratamento da gastrite nervosa são:

  • Ficar de repouso, evitar esforços
  • Evitar ficar muito tempo sem comer
  • Elevar a cabeceira da cama cerca de 10 centímetros
  • Usar roupas confortáveis, que não apertem na cintura
  • Não ingerir: gorduras, frituras, massa folhada, chocolate, café e chá preto
  • Evitar refeições muito volumosas
  • Não ingerir líquidos durante as refeições
  • Não fumar
  • Evitar molhos condimentados

Como se alimentar durante uma crise de gastrite nervosa

sintomas gastrite nervosa

É importante que durante uma crise, se aposte em uma alimentação leve e de fácil digestão. Alguns alimentos ajudam a controlar o PH estomacal e a aliviar os sintomas, especialmente a azia; legumes cozidos, em especial a batata; frutas como a banana e o melão (as cítricas devem ser evitadas); grãos integrais, como a aveia; e carnes magras como os peixes e frango sem pele. Também é importante ingerir muita água para ajudar na digestão e manter o sistema digestivo bem hidratado.

Como há uma sensibilidade estomacal, alimentos gordurosos e muito ácido devem ser evitados nos dias de maior desconforto. Cafés, refrigerantes e outras bebidas gaseificadas, chás industrializados e bebidas alcoólicas também devem ficar fora do cardápio.

Gastrite nervosa pode virar cancer?

A gastrite nervosa não pode virar câncer porque nesse tipo de gastrite não há inflamação do estômago. A gastrite nervosa também é chamada de dispepsia funcional, pois o exame usado para diagnosticar gastrite, chamado de endoscopia digestiva, não mostra a presença de erosões no estômago e, portanto, essa doença não está ligada a maiores chances de desenvolver câncer.

Procure sempre seu médico durante a crise, não nos responsabilizamos pelo mal uso das informações aqui apresentadas que são de domínio público na Internet.

Bom pessoal, espero que tenham curtido as informações e que possam evitar  as coisas que deflagram a gastrite ok?

Já falamos aqui tambem sobre os perigos do cha herbalife, cuidado!

Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários