Alimentação

Crudivorismo: o que é? Do que se trata?

Conheça o crudivorismo e veja como passar a praticar para melhorar sua saúde.

Logo que ouvimos essa palavra ela pode soar estranha, mas se trata de um hábito que temos em nosso dia a dia. É comum vermos que a cada dia surgem novas dietas e novos estilos alimentares a partir delas, como no caso do crudivorismo. Se você não sabe do que se trata o crudivorismo ou, se já sabe, mas quer mais informações a respeito do assunto, continue lendo esse artigo e responda a todas as suas perguntas e, quem sabe, se torne um adepto desse estilo de vida também.

Crudivorismo

O que é o crudivorismo?

O crudivorismo é um estilo alimentar que surgiu a partir do veganismo. Nele, não é permitido o consumo de alimentos que passem por qualquer processo de cocção. Ou seja, os crudívoros são aquelas pessoas que comem única e exclusivamente alimentos que possam ser consumidos crus, sem assá-los, fritá-los ou cozinhá-los.

Esse padrão alimentar também pode ser chamado de alimentação viva e, segundo os crudívoros, os métodos de cocção acabam influenciando negativamente nos nutrientes encontrados nos alimentos. Há crudívoros que dizem que aquecer alimentos é permitido, desde que a temperatura não seja alta o suficiente para queimar a sua própria pele.

CrudivorismoQuais os alimentos permitidos na alimentação crudívora?

Como se trata de uma alimentação que se abastece, principalmente, de vegetais, os alimentos orgânicos são de extrema importância para os crudívoros. A alimentação de vegetais crus ricos em agrotóxicos pode ser muito prejudicial para a saúde dos adeptos a longo prazo.

Os vegetais mais utilizados pelos crudívoros são alface, abobrinha, espinafre, cebola, couve, tomate, salsão e pimentões. Já no caso das frutas, as mais consumidas são laranja, limão, banana, maçã, coco verde e abacate.

Alguns óleos, temperos e adoçantes também podem ser usados pelos crudívoros, como o azeite de oliva, óleo de coco, óleo de gergelim, óleo de linhaça, vinagre de maçã, alho em pó, cúrcuma, pimenta, gengibre seco, sal rosa do Himalaia, curry, gengibre, noz-moscada, molho de soja, açafrão, stevia e agave.

Na alimentação crudívora ainda podemos encontrar as oleaginosas, que devem ser deixadas de molho por, no mínimo quatro horas e, depois disso, devem ser desidratadas por cerca de oito horas para eliminar totalmente os fatores antinutricionais. Castanhas do Pará, sementes de abóbora, chia, nozes, linhaça, amêndoas, girassol e macadâmias são as oleaginosas que não faltam entre os adeptos.

CrudivorismoExperimente uma receita crudívora

Trouxemos para você uma receita que se encaixa totalmente no estilo de vida crudívoro, para que você possa experimentar um pouco desse mundo alimentar que ainda está sendo descoberto. As receitas são sempre feitas com alimentos naturais e não utilizam nenhum método de cocção.

CrudivorismoReceita: Cuscuz de cenoura

Ingredientes:

– 5 cenouras grandes;

– 3 tomates frescos médios;

– 1 pimentão vermelho;

– 1 pimenta dedo-de-moça;

– 1 maço de cheiro-verde;

– 1 pimentão amarelo;

– Azeite de oliva;

– Farinha de mandioca.

Modo de preparo:

Comece a preparação retirando a casca das cenouras e ralando todas elas. Com o auxílio de um coador de pano, aperte bem as cenouras até que saia todo o líquido delas. Pique os tomates, os pimentões, o cheiro-verde e a pimenta dedo-de-moça. Adicione todos os ingredientes em um recipiente com um pouco de azeite de oliva. Por cima, vá acrescentando pequenas quantidades de farinha de mandioca e misturando até que dê para colocar a massa em forminhas, como um verdadeiro cuscuz.

Sugestões de novos artigos pode deixar nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *