Criolipolise: Como Funciona, Antes e Depois e muito mais!


Conheça um dos mais eficazes tratamentos para eliminar gorduras, conheça a criolipolise, como funciona,seus efeitos e indicações!

As gordurinhas localizadas são um problema que afeta muitas pessoas. Quem nunca pensou em eliminar gordura corporal através de um tratamento estético? Sim, existem muitos por aí, alguns que prometem fazer você perder tantos quilos em apenas uma sessão, mas nem todos funcionam e são realmente eficazes. Felizmente há um novo tratamento no mercado, chamado de Criolipólise. Já falamos sobre alguns suplementos que ajudam nisso como o botox em capsulas, ou o viva hair. A busca por um tratamento estético que realmente entrega o que promete, possui resultados ótimos e que não danifica a sua saúde, é grande.

Esse tratamento é considerado padrão ouro, isso significa que há comprovações científicas dos seus resultados e estes são extremamente eficazes para eliminar a gordura localizada. Segundo levantamento feito em 2016 pela ABIHPEC e pelo Instituto FSB Pesquisa, o Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de setor de beleza e estética do mundo. Outro levantamento, feito pela Euromonitor em 2016, aponta que o país apresentou aumento de 4,6% no comparativo com o ano anterior e a estimativa é que, no período até 2020, o crescimento acumulado chegue a 14,3, ou seja, em média de 2,7% ao ano. E a Criolipolise é um dos tratamentos que mais crescem na preferência dos pacientes. Hoje você saberá do que se trata esse método e poderá tirar todas as suas dúvidas.

Criolipolise

Foto: Divulgação

Criolipolise – Entenda o que é este procedimento

A criolipólise surgiu em meados de 2011 e mexeu com os profissionais de estética. Um equipamento que utiliza baixas temperaturas para quebrar as moléculas de gordura, com protocolo de aplicação simples e resultados visíveis em poucas sessões é realmente uma revolução. Trata-se de  um procedimento estético criado na Universidade de Harvard e atualmente é o método mais indicado para quem deseja eliminar gordura localizada. Esse tratamento pode ser feito em consultórios e clínicas de estética e já está disponível no país.

Pode-se dizer que ele é um procedimento não invasivo (sem cortes) e clinicamente testado que reduz camadas de gordura em áreas difíceis (abdome, flancos, região interna da coxa, gordura das costas e submentoniana). O aparelho utilizado possui ventosas (aplicadores) de diversos tamanhos e a escolha do aplicador dependerá da quantidade de gordura e da área corporal a ser tratada.

Para remover de forma eficaz as gorduras localizadas, o procedimento destrói as células de gordura efetuando um resfriamento controlado. Tudo funciona através de um aparelho, que é colocado sobre a parte do corpo em que a pessoa deseja eliminar a gordura. Já na pele é colocada uma manta umedecida. A partir de então, o aparelho realiza a sucção a vácuo da pele. Essa pele é congelada por uma hora e a gordura é cristalizada. Com isso as células adiposas são destruídas e eliminadas. O procedimento não envolve cortes nem uso de agulhas.

gelo para remover gorduras

Foto: Divulgação

Detalhes sobre o procedimento

Quem receia que o procedimento possa doer, pode ficar tranquilo. Especialistas na área alegam que há somente um desconforto causado pela sucção da pele. Depois do procedimento, o local pode ficar inchado e dolorido, mas esses sintomas tendem a desaparecer em poucos dias.

Esse tratamento é mais indicado para eliminação de gordura no abdômen e no dorso, entretanto é possível efetuá-lo em outras áreas do corpo. Os especialistas ainda indicam um total de 3 sessões que devem ser feitas com, no mínimo, 2 meses de intervalo. Cada sessão dura cerca de uma hora e os resultados surgem em até 8 semanas após a primeira sessão.


Criolipolise de placas

Criolipolise: tudo sobre esse tratamento (Foto: Divulgação)

Criolipolise de placas

Ela é chamada “nova criolipólise”, porque combina a bioativação celular, muscular e dérmica. O Aparelho de Placas é eficaz para o tratamento da gordura localizada em várias regiões como braços, flancos, abdomen, costas, “bananinha” mesmo com pouca gordura concentrada, pois não utiliza o vácuo, como as criolipólises convencionais, possibilitando o tratamento de regiões inacessíveis ao vácuo da sucção convencional.

As placas são eficazes para redução de pregas teciduais formadas por perda de sustentação dérmica, associadas ao peso da gordura localizada e também em pequenos depósitos de gordura que antes eram impossível o acesso pela manopla da criolipólise convencional, que necessita de 2.0 de gordura para fazer a sucção.

Contraindicações do procedimento

Esse procedimento deve ser evitado por uma série de pessoas, como aquelas que estão com sobrepeso ou obesidade, aquelas que possuem doenças metabólicas como diabetes, quem fez cirurgia há menos de seis meses e quem sofre com doenças cardíacas.

Pessoas que possuem hérnia no local ou com implantes metálicos também não devem fazer o procedimento, assim como aqueles que lidam com processos infecciosos ou que possuam doenças como hemofilia.

Criolipolise contraindicações

Foto: Divulgação

Quantas sessões são necessárias?

Segundo especialistas, uma ou duas sessões já são suficientes para trazer resultados. Em apenas uma aplicação, a gordura na área tratada pode reduzir, em mé­dia, de 25% a 30%. As perdas totais podem ser maiores ou menores, dependendo do tipo de gordura, localização e metabolismo do paciente. A quantidade de sessões também varia de acordo com a resposta do organismo do paciente.Mas há casos em que são necessárias mais sessões. A partir do décimo dia a quebra de gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão.

Criolipolise antes e depois

Veja alguns exemplos encontrados na internet:

criolipolise antes e depois

Efeitos colaterais do procedimento

O tratamento é totalmente seguro e eficaz, desde que seja realizado por um especialista no assunto que possua as máquinas com o selo da ANVISA. Entretanto, há algumas reações adversas que surgem devido ao mal uso do procedimento.

Se o tratamento não for realizado da forma adequada e os aparelhos não possuírem boa qualidade, podem surgir bolhas, inflamações ou até mesmo cicatrizes no local.

Importante

Sempre pesquise o registro do médico ou esteticista que irá realizar o procedimento e se há denúncias nos devidos conselhos.

Já falamos aqui em outro artigo sobre o creme facil lift gold, sugiro a leitua do artigo.

Sugestões de novos textos, usem os comentários


1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *