Saude

Convênio Médico: dicas para escolher o seu!




Ter um convênio médico é super importante para sua saúde e da sua família, confira como funciona!

Os cuidados com a saúde por muitas vezes são esquecidos, mas deveriam ser os priorizados. Com a ajuda dos convênios médicos, é possível fazer um plano de saúde que se adapte às suas necessidades e, assim, ter um pouco de conforto na hora em que o corpo precisa de cuidados.

A escolha pelo seu plano de saúde deve ser feita de maneira cautelosa, comparando os preços e benefícios ofertados. É importante também, fazer uma análise do histórico de doenças na família, para que você possa escolher melhor os serviços que quer contratar.

Todos os convênios devem ser registrados na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é o órgão que regula o setor. Hoje, existem cerca de mil e duzentas operadoras que oferecem vários tipos de convênios.

convênio médico
Convênio Médico: dicas para escolher o seu! (Foto: Divulgação)

Convenio Médico Barato – como encontrar?

Outra opção para quem deseja contratar um plano de saúde a um preço baixo, é através da administradora de planos coletivos Qualicorp. A Qualicorp é uma empresa especializada em vender planos por entidade de classe, como a Fecomércio ou a Caasp. Para contratar um plano da Qualicorp, o cliente deve no mínimo ter registro em carteira de trabalho.

Os valores praticados pela Qualicorp são os mais baixos do país, pois seus contratos envolvem classes inteiras de trabalhadores. Vale a pena conferir e marcar a visita de um corretor da Qualicorp.

Tipos de Convênio que você pode contratar

Plano de saúde individual ou familiar:

É o plano contratado diretamente com a operadora responsável pela venda dos mesmos. Você deve estar atento a alguns detalhes do plano para decidir o que será melhor para você ou sua família, como por exemplo: se você tem ou pretende ter filhos, é importante examinar se o plano possui cobertura obstétrica.

A cobertura para as doenças crônicas também deve ser analisada, pois alguns planos cobrem exames e consultas e outros cobrem apenas internações hospitalares. É importante que se contrate um plano capaz de cobrir tanto os exames e consultas quanto as internações, nesses casos. O tipo de internação também deve ser esclarecido, você pode optar por uma internação em enfermaria ou em quarto particular, que encarecerá um pouco mais o seu plano.

É importante observar se os médicos, laboratórios e hospitais próximos de você são credenciados com o plano que você pretende contratar, para que assim seja mais fácil de receber atendimento, sem grandes deslocações em caso de emergências. Os planos odontológicos também não devem ficar de fora da análise.

convênio médico
Convênio Médico: dicas para escolher o seu! (Foto: Divulgação)

Plano de saúde coletivo:

Os planos de saúde coletivos são, normalmente, contratados por empresas para garantir o bem-estar de seus funcionários. Ao aderir esse plano, você concordará com tudo o que for acordado entre a empresa e a operadora do plano.

Esse tipo de plano possui algumas diferenças quando comparado com o plano individual, como por exemplo o preço. Normalmente, os preços dos planos coletivos são mais baratos do que os individuais com basicamente os mesmos serviços ofertados. Outra diferença que pode ser citada é o ajuste de mensalidade, pois no plano coletivo elas ocorrem em uma determinada época do ano, independente da data de contratação. Já no plano individual esse ajuste só ocorre após um ano de uso do seu plano.

Os planos de saúde também podem ser classificados de acordo com os serviços que cobrem, nesse caso, teremos os planos hospitalares, ambulatoriais, hospitalares com obstetrícia, planos com cobertura odontológica e plano referência, que é o mais completo deles, conferindo ao contratante todos os planos em conjunto.

Cuidados ao aderir um plano de saúde

Sempre preste atenção no período de carência de seu plano, para que você possa usufruir dele sem ter problemas. Geralmente os períodos pré estabelecidos pena ANS são de 24 horas para casos de urgência e emergência, como acidentes e situações que envolvem risco de vida. 300 dias para partos, com exceção aos prematuros. 24 meses para doenças e lesões que você já sabia que possuía no momento em que aderiu ao plano e, 180 dias para qualquer outro procedimento previsto no plano contratado.

Já falamos aqui em outro artigo sobre o mosquitron anti mosquitos, que pode te ajudar a ter mais paz em casa, sugiro a leitura do artigo que está bem interessante

Referências do Artigo: Veja.com , Globo.com

Sugestões podem deixar nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *