Saude

Como funciona um tratamento para dependência química




O uso de substâncias químicas afeta a saúde física e psíquica de um usuário de drogas, além de provocar a dependência. O uso de substâncias corrosivas afeta de forma agressiva o sistema nervoso central, produzindo compulsivamente a dopamina. Quando a substância química afeta os neurotransmissores a saúde emocional do adicto é gravemente afetada, seu comportamento é alterado e suas ações são inconsequentes.

            O uso de drogas é popularmente conhecida por despertar sentimentos de alegria, euforia e bem-estar. Todavia, os problemas serão maiores após os efeitos passarem. O estímulo contínuo do produto faz com que o organismo se acostume com a droga, aumentando a resistência pelo produto e fazendo mudanças por substâncias mais potentes. O costume gera constância, e quando menos esperar estará em um círculo vicioso.

            Mas afinal, o que fazer para ajudar um ente querido a sair do universo das drogas? De acordo com pesquisas realizadas pelo psicólogo Bruce Alexander, a solução mais eficaz para tratar a dependência química é realizando um tratamento para dependentes químicos em uma clínica de recuperação. O local exige acompanhamento de profissionais da área da saúde como psicólogos, nutricionistas, médicos, supervisores e enfermeiros. Além de possuir atendimento 24 horas ao usuário de drogas, deseja saber como funciona o tratamento? Acompanhe a leitura com o Grupo Aliança pela Vida.

O primeiro passo para realizar o tratamento

tratamento para dependência química

            Será necessário recorrer a uma internação, atualmente temos três formas a internação compulsória, involuntária e voluntária

  • Internação voluntária: Consentida pelo usuário de drogas.
  • Internação involuntária: Não consentida pelo adicto e sim pelos familiares.
  • Internação compulsória: Decidida por um juiz responsável da vara familiar por meio de um laudo médico, independente da opinião do adicto.

            Sente alguma dúvida sobre qual procedimento recorrer? Entre em contato com os consultores do Grupo Aliança pela Vida e tire todas as dúvidas.

 

Entendendo como funciona o tratamento para a dependência química

Avaliação médica: É necessário que o paciente passe por uma avaliação médica, o profissional da área da saúde terá conhecimento dos problemas psíquicos que foram desenvolvidos durante o uso, as drogas consumidas, constância, frequência e período. Todas essas informações descritas acima serão fundamentais para tratar de forma individualizada o paciente.

Desintoxicação: A desintoxicação nada mais é que a retirada de substâncias químicas do organismo, o processo é lento e doloroso para o paciente, todavia, necessário. A partir da avaliação médica será determinado quanto tempo durará o processo de desintoxicação. É comum que o usuário de drogas sinta tremores, dores de cabeça, tristeza profunda, ansiedade, febre, inquietação, nervosismo, agressividade e até convulsão.

            De forma explicativa, o paciente sofrerá com graves crises de abstinência. A síndrome de abstinência não tratada leva um usuário de drogas a morte, por isso é importante seguir o suporte da desintoxicação. Acompanhe a leitura!

Processos para auxiliar na desintoxicação: Medicações, prática de atividades físicas e reeducação alimentar são fatores essenciais para a desintoxicação acontecer da melhor forma possível. Enfermeiros, nutricionistas e educador físico são os profissionais responsáveis por esse procedimento.

            As medicações ajudam a controlar as graves crises de abstinência, a prática de atividades físicas ajudam a controlar os neurotransmissores e expulsar os resquícios de substâncias químicas, e a alimentação é fundamental para ajudar no processo de desintoxicação.

Laborterapia: Laborterapia ou terapia comportamental são atividades direcionadas por um psicólogo. O intuito é fazer com que o usuário de drogas se conscientize das causas e consequências de se fazer o uso de drogas, além de fazer planos para o futuro e ter hábitos saudáveis. Terapias comportamentais individuais ou em grupos e palestras são uma das atividades dirigidas pelo profissional da área da saúde.

Acompanhamento depois da internação: A saída do paciente será certada de novos desafios, superar suas vontades são fundamentais. Após sua saída será importante frequentar grupos de autoajuda para fortalecer seus pensamentos e evitar recaídas.

            Procura por ajuda? Entre em contato com o Grupo Aliança pela Vida e realize um tratamento seguro e eficaz para a recuperação do usuário de drogas. Ajude quem precisa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.