Saude

Omeprazol: como atua no corpo? Conheça efeitos




Saiba tudo sobre o Omeprazol e os seus efeitos no organismo. Esse medicamento, que funciona como um protetor gástrico, deve ser ingerido com moderação para não ferir o estômago com o passar do tempo.

O Omeprazol é um velho conhecido dos brasileiros. Esse remédio costuma ser ingerido com o objetivo de minimizar as dores do estômago. No entanto, o uso indiscriminado do medicamento pode causar uma série de problemas de saúde.

Omeprazol
O Omeprazol se encarrega de reduzir a acidez estomacal. (Foto: Divulgação)

Para que serve o Omeprazol?

Poucas pessoas sabem, mas o ácido acetilsalicílico tem propriedades anti-inflamatórias, antitérmicas e analgésicas. Essas substâncias ajudam o organismo a se recuperar de refluxo, gastrite, úlceras, entre outras enfermidades desencadeadas pela acidez estomacal. O problema, no entanto, é que a medicação vem sendo usada de forma indiscriminada, já que costuma ser vendida sem prescrição médica.

Fabricado pelo laboratório Medley há muitos anos, o Omeprazol é encontrado nas farmácias em cápsulas de 10 mg, 20 mg ou 40 mg. Ele é ingerido em casos de úlceras gástricas, que se manifestam através de intensas dores estomacais. O remédio também pode ser receitado pelos médicos em casos de esofagite (inflamação no esôfago), gastrite, refluxo, Síndrome de Zollinger-Ellison ou úlcera duodenal.

Onde comprar mais barato?

Na farmácia DROGASIL é onde podemos encontrar com melhor preço, clique e confira:

omeprazol

Como o Omeprazol atua no corpo?

O Omeprazol, conhecido também pelos nomes comerciais Losec, Prepazol, e Omeprasec, atua no corpo com o objetivo de inibir a H+K+-ATPase, uma enzima que se encontra na célula pariental do estômago e tem como responsabilidade produzir o ácido gástrico. Por conta dessa ação, o remédio consegue reduzir a acidez estomacal, que insiste em causar dores e mal-estar.

Como consumir?

Para que a inibição da secreção gástrica aconteça, o Omeprazol deve ser consumido via oral, em dose única, no período da manhã e em jejum. Além da cápsula e do pó solúvel, também existe uma solução injetável, que pode ser aplicada via endovenosa no hospital.

Efeitos colaterais

Omeprazol
Enjoo é um dos efeitos colaterais do medicamento. (Foto: Divulgação)

Os efeitos colaterais do Omeprazol são leves e variam de acordo com a reação do organismo de cada pessoa. Em geral, é comum sentir dor de cabeça, enjoo, prisão de ventre, dor nas costas, fraqueza, dor abdominal e paladar alterado. O uso diário por mais de dois anos causa deficiência em vitamina B12.

Perigos do Omeprazol

Nos últimos anos, muito tem se falado a respeito dos perigos do Omeprazol. O uso prolongado desse medicamento pode ser um gatilho para uma série de doenças, como demências, cardiopatias, derrame cerebral, osteoporose, anemia e espasmos musculares.

A baixa acidez do estômago pode até favorecer o tratamento de determinadas doenças, mas requer cuidado. Quando a produção de ácido cai, a capacidade de metabolização também diminui, o que interfere na absorção de cálcio, vitamina B12 e ferro dos alimentos. Por conta disso, as pessoas ficam mais expostas a doenças ósseas, problemas neurológicos e anemias.

O Omeprazol pode ser usado em benefício da saúde, mas o paciente deve contar com acompanhamento médico para não errar nas doses. Não opte pela automedicação, afinal, o uso irregular do medicamento tem consequências severas.

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.