Astigmatismo: o que é? tem cura?como cuidar?


Muitas pessoas acham que usar óculos é muito charmoso! Todavia para quem tem Astigmatismo, isso é uma questão de pura necessidade e saúde. Você sabe por que? Leia aqui!

Para começar, vamos ressaltar que o óculos é um acessório que compõe como nenhum outro um look muito moderno e elegante. Todavia para quem tem problema de visão de verdade, usar óculos é uma necessidade, muito mais que um artigo da moda. Por isso vamos falar desse problema que atinge a tantas pessoas que sofrem para enxergar bem (leia ainda como proteger a visão das luzes solares).

É necessário saber ainda que a córnea ideal tem uma superfície simetricamente curva, como uma bola de basquete. O Astigmatismo é causado por uma córnea ou uma lente que não é simétrica. Como resultado, as pessoas com astigmatismo podem ter visão distorcida ou borrada. Continue a leitura abaixo e saiba mais sobre isso!

Astigmatismo, o que é?

Astigmatismo é uma imperfeição comum, leve e facilmente tratável na curvatura do olho. A maior parte do poder de foco no olho ocorre ao longo da superfície frontal, chamada córnea. A próxima estrutura envolvida na focagem é o cristalino, lente que fica atrás da íris no interior do olho. O astigmatismo pode ocorrer em famílias e na maioria dos casos está associado com outros problemas de refração, como miopia ou hipermetropia. Ele também pode aumentar ao longo do tempo devido à idade. Existem classificação diferenciadas para o astigmatismo.

Astigmatismo baseado na estrutura assimétrica

Pode ser provocado pela irregularidade da córnea ou do cristalino, que são estruturas responsáveis pela focalização dos raios luminosos.

Astigmatismo baseado nos meridianos principais

Esse tipo de astigmatismo pode ser:

  • Regular – quando ha uma diferença de curvatura na córnea, geralmente é hereditário
  • Irregular – quando a córnea é muito desigual; pode ser provocada por cicatrizes na córnea devida a lesões ou inflamações.
  • Composto – quando é associado à outra deficiência visual, como miopia ou hipermetropia.

Astigmatismo baseado no foco dos meridianos principais

  • Astigmatismo simples: No olho do astigmático as imagens são focalizadas antes da retina, apenas em um plano vertical sendo que no plano horizontal a focalização é na retina. Geralmente é provocado pela curva vertical da córnea ser mais acentuada do que a curva horizontal
  • Astigmatismo hipermétrope simples – A imagem se forma  num plano e se focaliza atrás da retina e no outro se focaliza exatamente na retina.
  • Astigmatismo miópico simples – quando a visão não  é nítida em um dos meridianos (eixo) e normal no meridiano oposto, para correção o portador desse tipo de astigmatismo utiliza lentes negativas no meridiano com problema e no outro ele utiliza lente plana.
  • Astigmatismo composto – quando é associado à outra deficiência visual, como miopia ou hipermetropia.
  • Astigmatismo misto –  quando em um dos olhos as imagens são focalizadas antes da retina e no outro  são focalizadas atrás da retina

Causas

Como já falamos acima, seu olho tem duas partes que concentram as imagens, a córnea e o cristalino. Num olho com a forma perfeita, cada um destes elementos de focagem tem uma curvatura lisa, como a superfície de uma esfera. A córnea ou cristalino com tais curvas de superfície de curvatura refrata toda a luz recebida da mesma maneira e faz uma imagem perfeitamente focada na parte de trás do olho. No entanto, se sua córnea ou lente não é uniforme e curva, os raios de luz não são refratados corretamente, e a imagem não fica igualmente focada. Isso faz com que a visão parece borrada, dando origem ao astigmatismo.

O astigmatismo pode ocorrer em combinação com outros erros refrativos. Veja:

  • Miopia: ocorre quando a córnea é curva demais ou o olho é mais longo do que o normal. Em vez de se focar justamente na retina, a luz é focalizada na frente da retina, resultando em uma aparência embaçada para objetos distantes
  • Hipermetropia: ocorre quando a córnea é pouco curva ou seu olho é mais curto do que o normal. O efeito é o oposto da miopia. Quando o olho está em um estado de relaxamento, a luz é focada na parte de trás, fazendo com que objetos próximos fiquem embaçados.

Fatores de risco

  • História familiar de astigmatismo
  • Miopia
  • Origem étnica nativo-americana, hispânica, brasileira ou do leste da Ásia
  • Trauma ocular ou cirurgia
  • Outras doenças oculares, como ceratocone
  • Prurido ocular (coçar o olho).

Conclusão

Para finalizar, saiba que o astigmatismo pode estar presente desde o nascimento, ou pode se desenvolver após uma lesão ocular, doença ou cirurgia. O astigmatismo não é causado ou agravado pela leitura com pouca luz, sentar muito perto da televisão ou estrabismo. Uma causa importante de astigmatismo é coçar o olho, prática muito comum em clima seco e alta concentração de poeira no ar.

Por isso, em caso de coceira, lave bem os olhos com soro fisiológico. Se o incômodo persistir, procure um médico especialista em oftalmologia!
 
Gostou de ler essa matéria? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *