Pão de fermentação natural: por que é uma tendência no mundo inteiro?


Muita gente não abre mão de um bom pãozinho: pode ser no café da manhã, no lanche da tarde ou em qualquer outra ocasião. No entanto, há várias pessoas mudando a forma de preparar esse pão: em vez da fermentação química, vem ganhando espaço a fermentação natural. 

Com a fermentação natural, as massas ficam bastante macias e gostosas sem produtos químicos: todo o trabalho é feito pelos micro-organismos que são “alimentados” por meio de farinha e de água. Inclusive, a preparação de um fermento natural é algo simples, embora precise de tempo: é por isso que ela também é chamada de fermentação lenta

Além de ser fácil e de garantir um sabor todo especial para os pães, a fermentação natural é boa para saúde. A sociedade tem tomado mais consciência sobre os benefícios de substituir os produtos industrializados pelos naturais e, sendo assim, esse fermento atende aos anseios de cada vez mais gente. 

 

Onde a fermentação natural foi retomada (SAN FRANCISCO)

paes artesanais

Os Estados Unidos são responsáveis por tendências em vários setores e na culinária não é diferente: foi em San Francisco que a prática de fazer fermentação natural foi aprimorada e acabou por se espalhar por outros lugares (inclusive pelo Brasil).


Quem procura por atividades para fazer em San Francisco sempre recebe a recomendação de degustar um dos seus pratos mais conhecidos: é o pão azedo (sourdough bread em inglês). O nome é esse justamente porque é preparado com fermentação natural: em alguns casos, esse fermento ganha mesmo um sabor mais azedo e é esse o ponto no qual os pães da região são feitos. Há padarias hoje em dia que que tem ensinado a como fazer fermento natural.

Na realidade, os moradores começaram a fazer a fermentação natural no ano de 1846: uma das razões foi o crescimento intenso da população, haja visto que ela recebia muitas pessoas procurando por ouro.

Esse pão azedo de San Francisco ou sourdough é usado em um prato que os moradores comem muito, que é a sopa no pão. Para isso, é preciso preparar um pão de grande tamanho e retirar parte do seu miolo, fazendo com que ele ganhe a forma de uma tigela. Depois, é só colocar a sopa. 

 

Tendências na panificação

 

A fermentação natural é uma tendência na panificação do mundo todo e tende a se aperfeiçoar ainda mais, inclusive porque o seu processo de digestão pelo corpo humano é mais suave. Desse modo, as pessoas que consomem um pão fermentado naturalmente têm menos riscos de má digestão, de sensação de peso no estômago e outros tipos de mal-estar. 

Outra coisa que torna a fermentação natural uma tendência é o fato de ela acontecer sem a intervenção de produtos químicos, possibilitando uma dieta bem mais saudável. Pensando nisso, os proprietários de panificadoras que ainda não usam a fermentação natural devem começar a inserir essa opção no seu cardápio, com o benefício de receber mais clientes.

Além dessa, há outras tendências na panificação que devem ser acompanhadas, como a venda de pães funcionais e usar massas de alta hidratação.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *