Locarserina: os perigos desse remédio para Emagrecer!


Locarserina está sendo retirada do mercado e médicos devem parar de receitar, entenda o por que!

Em nosso cotidiano, as pessoas tem tentado apelar cada vez mais para “fórmulas mágicas” para emagrecer e até remédios perigosos como sibutramina e orlistat. No artigo de hoje, vamos falar sobre mais um deles, que está até sendo retirado do mercado devido aos seus efeitos, a locarserina. Acompanhe a seguir e veja como esse remédio age no corpo e por que seu consumo deve ser evitado.

Locarserina – do que se trata?

A lorcasserina foi aprovada em 2012 no Estados Unidos e em 2016 no Brasil para a perda de peso. Porém, questões logísticas fizeram com que ela só chegasse às prateleiras do nosso país em outubro de2019. Em resumo, o laboratório japonês precisou arranjar um parceiro local para a distribuição.Este medicamento funciona controlando o apetite através de receptores no cérebro mediante a ativação do receptor da serotonina 2C. Os testes clínicos mostraram que o medicamento ajudou os pacientes a perder uma média de 3 a 3,7% de seu peso corporal depois de um ano, em comparação com um placebo, disse a FDA.Esse medicamento surgiu como evolução dos princípios ativos dexfenfluramina e fenfluramina, já retirados do mercado pela associação com problemas no coração.

Quais problemas esse medicamento causa?

De acordo com especialistas, a lorcaserina deve ser evitada por pessoas com histórico de abuso de álcool ou drogas, pois em doses altas pode induzir a euforia com potencial risco de desenvolvimento de dependência.


As reações mais comuns são: enjoos, náuseas e cefaleia, os quais tendem a desaparecer com o uso contínuo da medicação. Durante os estudos clínicos, a Lorcaserina não apresentou a mais perigosa das complicações dos remédios com ação sobre a serotonina, o aumento dos riscos cardiovasculares, como acontece com a sibutramina. Efeitos adversos como depressão, ansiedade e ideação suicida foram infrequentes e com incidência semelhante em ambos os grupos.

Remedio retirado do mercado nos EUA

Nos Estados Unidos foi  solicitada a retirada voluntária do mercado americano do medicamento lorcaserina, indicado para a perda de peso (Belviq e Belviq XR). O comunicado foi feito após a divulgação de um estudo pós-comercialização realizado com mais de 12 mil pessoas, que revelou um aumento na ocorrência de câncer.O FDA( a anvisa de lá) recomendou ao médicos que considerem o risco-benefício quando decidir continuar o tratamento e aos pacientes para conversarem com seus médicos para tomarem a melhor decisão sobre o tratamento com a medicação.

E no Brasil?

A farmacêutica que distribui o medicamento enviou um comunicado para os médicos que está em contato com a Anvisa para alinhar conduta no território brasileiro e suspendeu a comercialização e distribuição do medicamento em todo território nacional.

Importante

Sempre procure seu médico antes de tomar qualquer tipo de medicamento para emagrecer ou não. A auto medicação pode trazer graves riscos para saúde. Não nos responsabilizamos pelo mal usod as informações aqui presentes que são de domínio público na internet. Somente seu médico com os exames devidos pode afirmar o que você pode consumir ou não.

Já falamos em outro artigo sobre a doença calcanhar de maracujá que é bem nojenta, leia por sua conta e risco.

Sugestões de outros artigos podem deixar nos comentários.

Referências – Saude Abril


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *