Cuidados na Hora de Importar Suplementos Alimentares


Os suplementos alimentares se tornaram uma verdadeira febre no Brasil. Cada vez mais pessoas têm optado por esses produtos, visando ter uma saúde e qualidade de vida melhor. Muitos brasileiros, inclusive, tem começado a importar suplementos alimentares.

E para quem deseja conseguir esses produtos a um preço mais acessível, essa é uma a ser considerada. Além disso, no Exterior, existe uma grande variedade de suplementações específicas para os mais diferentes biótipos. Desde para quem é atleta, como para quem precisa repor nutrientes específicos como cálcio.

Mas é preciso cuidado ao importar suplementos alimentares. Segundo Leandro Sender, sócio do escritório Sender Advogados Associados, é necessário atenção para alguns fatores que podem gerar problemas, como a proibição de certas substâncias, e até mesmo em relação ao pagamento de impostos sobre as mercadorias importadas.

Para lhe ajudar, nós separamos 5 cuidados que todo mundo precisa ter ao importar suplementos alimentares. Confira!!!

Cuidado com a quantidade na hora de importar suplementos alimentares

suplementos importados

Você olhou aquela loja virtual dos EUA e o seu suplemento custa ¼ do preço do que o valor no Brasil. Claro que bate aquela vontade de fazer o pedido logo de uma quantidade considerável, só para garantir que você terá um bom estoque por alguns meses.

Muita calma nessa hora. Evite importar suplementos alimentares em grandes quantidades, pois você terá mais chances de ser taxado. O pior de tudo é que se isso acontecer além de ter a mercadoria retida, você terá que pagar uma bolada para liberar os produtos.

O ideal é que a sua compra sempre fique abaixo dos U$ 50,00, o que equivale mais ou menos R$ 200,00. Compras abaixo desse valor dificilmente são taxadas e você conseguirá ter todos os produtos que deseja.

Fique de olho nos rótulos

Na hora de importar suplementos alimentares, também preste muita atenção nos rótulos. Várias substâncias que são liberadas no Exterior são proibidas dentro do território brasileiro.

Quem faz essa fiscalização é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que é bem rígida. Se você comprar um produto que tenha uma ou mais substâncias que não são legalizadas aqui no Brasil, poderá ter sérias dores de cabeça.

Em alguns casos isso pode ser considerado, pasmem, tráfico de substâncias ilícitas. Sim, o nosso país é infelizmente muito burocrático nessa questão. Então dê uma atenção especial ao rótulo.

Cuidados na Hora de Importar Suplementos Alimentares

Compre apenas de sites confiáveis

Existem milhões de sites nos quais você pode importar suplementos alimentares. Mas, isso não quer dizer que todos são confiáveis. Na verdade, existem muitos nos quais você pode cair em golpes, e receber falsificações que poderão até mesmo prejudicar a sua saúde.

Por isso sempre procure em sites confiáveis de compra de produtos do gênero. É possível buscar indicações em grupos específicos que fazem esse tipo de importação, ou até mesmo em sites de reclamação estrangeiros.

Inclusive, tem vários sites onde você importa os suplementos, já pagando todas as taxas obrigatórias, e mesmo assim o preço sai bem mais em conta. Vale à pena pesquisar bastante antes de fazer a sua compra.

Todo o cuidado é pouco ao importar suplementos alimentares.

Cuidado com o peso dos produtos

Essa é uma armadilha que pega muita gente que tenta importar suplementos alimentares. Você encontrou o Whey Protein por um preço drasticamente mais baixo do que o do Brasil, e resolveu comprar logo um pote de 2 KG. Provavelmente você será taxado.

Isso porque não é só a quantidade que é levada em conta pelo pessoal da alfândega, mas, também o peso. Com toda a certeza eles vão desconfiar de um pacote tão pesado, com um preço tão pequeno.

Não se desespere. Encontrou um suplemento com um preço excelente? Prefira fazer várias compras pequenas ao invés de uma única com um pote maior e mais pesado. Isso diminuirá drasticamente suas chances de ter os produtos taxados.

Pague todas as taxas

Apesar da grande maioria das pessoas dizer que só vale à pena importar suplementos alimentares se não forem pagas as taxas brasileiras, isso nem sempre é verdade. Muitas vezes você importa produtos do exterior, paga todas as taxas direitinho, e ainda continua em vantagem, pois o valor é bem menor.

Isso porque, o preço acaba aumentando bastante quando os produtos realmente chegam nas lojas brasileiras. Comprando fora do país, é possível adquirir os suplementos diretamente dos fabricantes ou fornecedores, o que barateia muito o custo.

Você consegue importar suplementos alimentares de maneira legal, mas sem precisar pagar uma pequena fortuna para isso. São com esses simples cuidados que a sua compra poderá ocorrer de maneira mais tranquila e sem qualquer tipo de complicação.

Basta ter bastante atenção durante o processo de compra, e sempre tomar cuidado para não acabar trocando gato por lebre. Agora que você já sabe como importar suplementos alimentares, não deixe de compartilhar esse post com seus amigos.

Aproveite e deixe o seu comentário, sugestão ou dúvida abaixo.

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *