Conheça as novas possibilidades com exames de DNA para sua saúde


Até pouco tempo atrás as previsões de possíveis doenças que pudessem se desenvolver eram baseadas nos relatos dos parentes próximos, mas atualmente as novas possibilidades do uso de exames de DNA modificaram essa questão.

O sequenciamento está se tornando uma técnica comum, que cada vez mais é aplicada na rotina médica para diagnósticos e previsões.

Assim com uma simples amostra de saliva é possível obter uma análise precisa do seu material genético, que revela tanto as suas origens, características quanto a probabilidade do desenvolvimento de algumas doenças.

Por meio dessas previsões é possível adotar medidas preventivas e até realizar procedimentos que impeçam ou reduzam a probabilidade do desenvolvimento dessas condições de saúde.

Apesar disso parecer fantástico, existe também um debate ético acerca das novas possibilidades de uso dos exames de DNA para a sua saúde.

Nesse artigo você vai obter mais informações sobre essas técnicas, como elas vêm sendo aplicadas e também as suas consequências.

Sequenciamento genético usado como exame

Durante muitos anos os cientistas tentaram decifrar o código genético humano e, isso só foi possível após o sequenciamento ter sido concluído durante o Projeto Genoma Humano.

teste dna diagnostico

Após essa identificação, a preocupação dos pesquisadores foi voltada às comparações entre os materiais genéticos de diferentes espécies.

Com isso passou a ser possível identificar as características comuns a todos os indivíduos e, consequentemente identificar as mudanças, que indicam a possibilidade do desenvolvimento das doenças.

O sequenciamento como método diagnóstico

Depois de algum tempo os avanços tecnológicos provocaram o barateamento dessa técnica, que passou a ser usada na rotina médica.

Atualmente é possível mapear diferentes características físicas e fisiológicas, como por exemplo a presença de covinhas, sensibilidade para sabores diversos e a predisposição ao maior consumo de cafeína.

O sequenciamento permitiu também a identificação de condições genéticas específicas como por exemplo problemas da doença celíaca e também problemas que ocasionam a perda da visão e muitos outros problemas como:

  • Câncer;
  • Anomalias genéticas;
  • Doença de Huntington;
  • Mal de Alzheimer;
  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Lynch (câncer colorretal hereditário);
  • Fibrose cística e doenças hereditárias ‘étnicas’, entre outras

No Brasil o sequenciamento já está sendo usado em larga escala por empresas privadas e também algumas instituições públicas.

Mas atualmente a maior questão relacionada a isso é se realmente vale a pena usar esses testes.

O sequenciamento no diagnóstico do câncer

Um dos maiores problemas atuais da medicina é o grande número de pacientes com câncer de diferentes tipos.


Nesse sentido os exames de DNA tem colaborado muito com a área de saúde, como é o caso dos tumores.

Por meio do sequenciamento é possível identificar sequências de genes associadas ao desenvolvimento da doença.

Dessa forma é possível colocar em prática algumas ações para a prevenção do desenvolvimento da condição.

Em caso de diagnóstico se torna possível adotar tratamentos específicos para a condição que foi detectada, fazendo com que o índice de eficiência seja elevado.

Sequenciamento como medida de prevenção

Hoje em dia um dos principais debates em torno dos exames de DNA é com relação à ética ao usar os resultados.

Isso se tornou ainda mais expressivo depois que a atriz Angelina Jolie removeu as mamas após os resultados do seu exame indicar a possibilidade de 85% de ela desenvolver esse tipo de tumor.

No entanto é inviável fazer intervenções invasivas para a solução de todos os problemas que forem apontados nos exames.

Dessa forma a técnica pode gerar resultados muito complexos, que podem se manifestar de maneira diferente dependendo do indivíduo.

Assim é preciso que cada caso seja interpretado de maneira diferente, avaliando também outras informações importantes, como doenças pré existentes e a utilização de medicamentos.

Ou seja, o bom uso da tecnologia nesse caso é preciso que o profissional seja ético ao avaliar a condição do paciente.

Por fim vale ressaltar ainda que apesar dos avanços tecnológicos a compreensão das variações genéticas nos seres humanos ainda é muito limitada, tornando a técnica um pouco inconclusiva ainda.

Por isso antes de você fazer um exame de DNA, converse com o seu médico sobre esse assunto e invista nessa questão caso isso seja realmente necessário.

No entanto essa ainda não é a melhor opção caso você tenha apenas curiosidade sobre as suas origens e suas características genéticas.

Conclusões sobre o uso de exames de DNA para a sua saúde

Sem dúvidas os avanços na biotecnologia e engenharia genética possibilitaram o surgimento de novas técnicas relacionadas aos exames de DNA.

Apesar disso a compreensão das variações genéticas existentes nos humanos ainda é muito limitada, fazendo com que esse tipo de teste ainda seja usado de maneira discreta.

Por isso mesmo que a técnica seja muito interessante e possa colaborar muito com o diagnóstico e tratamento de diferentes questões, é preciso ter cuidado na adoção dela.

Por fim tenha em mente que as tecnologias estão em constante evolução, e os exames de DNA ainda serão muito úteis para a sua saúde. 

 

Ofertas dos nossos anunciantes:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *