Noticias

Canabis pode prevenir Covid, afirma estudo!




Estudos apontam que composto isolado da canabis pode prevenir covid, entenda o caso e como foi a descoberta!

No mundo todo, pesquisas envolvendo a covid e diferentes tipos de tratamento, seguem a todo vapor. E um desses estudos, afirma que o cannabis pode prevenir o covid, ou ao menos 2 substancias presentes em sua composicao. Veja a seguir como se deu o estudo e o que ja se sabe ate agora.

Canabis pode prevenir Covid ?

O estudo tem dado o que falar entre a comunidade cientifica e entre os consumidores da planta.

covid canabis

Dois compostos de cannabis podem ajudar a prevenir a Covid-19, segundo estudo de laboratório publicado no Journal of Nature Products. Realizado por pesquisadores de duas universidades americanas do Oregon, ele concluiu que o ácido canabigerólico (CBGA) e o ácido canabidiólico (CBDA) podem impedir que o coronavírus penetre em células humanas.

Os dois ácidos são comumente encontrados em variedades do cânhamo. Por meio de uma técnica inovadora de triagem química, executada por pesquisadores da Universidade de Oregon (OSU), descobriu-se que se ligam à proteína spike do coronavírus e, dessa forma, bloqueiam uma substância que o patógeno usa para infectar.

A vantagem desses compostos é que eles apresentam poucos riscos e são facilmente encontrados na planta conhecida como cânhamo e em muitos de seus extratos. Compostos de cânhamo já estão presentes em produtos industriais cosméticos, loções corporais, suplementos dietéticos, além do uso na produção de ração animal e de alimentos.Eles acreditam que a descoberta pode ser usada para o desenvolvimento de medicamentos destinados ao tratamento e prevenção da Covid-19.

Substancias isoladas e que não “dão onda”

De acordo com os cientistas os componenetes são seguros. “Não são substâncias controladas como o THC, o ingrediente psicoativo da maconha, e têm um bom perfil de segurança em humanos. E nossa pesquisa mostrou que os compostos de cânhamo foram igualmente eficazes contra variantes do SARS-CoV-2, incluindo a variante B.1.1.7, que foi detectada pela primeira vez no Reino Unido, e a variante B.1.351, detectada pela primeira vez na África do Sul”, explicou van Breemen em entrevista ao site especializado EurekaArlet.

O próximo passo da equipe é conseguir financiamento para novos estudos e desenvolvimento do medicamento.

Av iso Importante!

Bom espero que tenha ficado claro que o estudo ainda tem muitos testes a fazer e não ha nenhuma indicação hoje para que se consuma a canabis para evitar o covid ok?

Lembre-se: diga não as drogas!

Por fim ja falamos em outro artigo sobre as diferenças entre sintomas da covid e da gripe h3n2, leia e se informe!

Sugestões e dicas deixe nos comentários!

Referencias – Metropoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.