Noticias

Cytotec vendido na internet preocupa Anvisa




Anvisa segue no encalço da venda de medicamento cytotec na internet, entenda o caso e o que está acontecendo.

Nos últimos dias, equipes da Anvisa e da PRF tem demonstrado preocupação com a venda de medicamentos de uso hoispitalar como o cytotec(misoprostil) que tem sido realizada na internet sem nenhum controle.

Anvisa na busca por Cytotec vendido na internet

No mês passado, a anivsa removeu do ar, varios sites que comercializavam o medicamento cytotec, que é utilizado no combate a ulcera, mas tambem é um conhecido medicamento abortivo.

cytotec

Para a Anvisa, a sensibilização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para os produtos sujeitos à Vigilância Sanitária que são alvo de crimes é fruto de uma parceria proposta pela própria PRF à Agência e a outros órgãos do governo para que oferecessem capacitação aos policiais rodoviários federais.

No ano de 2013, a Anvisa recebeu menção de destaque pelo Ministério da Justiça por essas ações.  A PRF em MG já recebeu esse treinamento.

De acordo com dados da PRF, 570 policiais foram sensibilizados para a temática de produtos submetidos à Visa em situação irregular sendo que, ainda, diretamente ligado à esse trabalho, mais de 500 mil unidades de medicamentos foram apreendidas.

O diretor de Controle e Monitoramento da Anvisa, José Carlos de Magalhães Moutinho, área responsável pela parceria com a PRF, comentou a operação. “A capacitação de órgãos parceiros fortalece as ações de proteção à saúde pública, além de fornecer subsídios técnicos para a tomada de decisão por esses órgãos no momento de suas ações fiscalizatórias”, afirmou Moutinho.

Por que a Anvisa proibiiu a venda desse medicamento?

O que ocorre é que quem deseja comprar cytotec não tem autorizacao do orgao, uma vez que seu uso so pode ser oficialmente ministrado em ambiente hospitalar.

A substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial, da Portaria 344/1998, norma atualizada regularmente pela Anvisa, sempre que uma droga nova surge ou que descobertas científicas exigem revisões na lista.

Regulamentação em revisão

Um problema atual relacionado ao misoprostol é a demora na aprovação de duas novas apresentações do medicamento, oral e sublingual, específicas para tratamento da hemorragia pós-parto, em tramitação na Anvisa desde 2013. Segundo médicos, o medicamento seria fundamental principalmente para pessoas de regiões distantes dos grandes centros de saúde, como a população indígena. “Isso certamente salvaria vidas, a hemorragia pós-parto é hoje a segunda causa de mortalidade materna no Brasil”, reforçam os analistas medicos

O medicamento é indicado pela Organização Mundial de Saúde para prevenção e tratamento dessa ocorrência desde 2011, com resultados positivos em diversos países da África, Oriente Médio e Ásia, como Bangladesh, Afeganistão, Moçambique e Nigéria. No Brasil, as discussões para as novas apresentações iniciaram em 2013, em reuniões de representantes da Hebron com a Anvisa e o Ministério da Saúde.“Existe uma resistência da Anvisa de não aprovar o registro de um produto que não tenha estudos clínicos no Brasil. É um retrabalho. Há uma infinidade de estudos clínicos do misoprostol em outros países para hemorragia pós-parto. Os EUA aceitam o medicamento para essa finalidade, a Europa aceita, mas a Anvisa não”, problematiza Avaniel Marinho, diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da empresa Hebron.

Considerações finais

Bem pessoal, esperamos que tenha ficado claro tudo sobre o medicamento cytotec e seus riscos

Por fim ja falamos em outro artigo sobre a dieta da bbb jade picon, leia e aproveite

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentarios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.