Mastopexia – como funciona esse procedimento?


Mastopexia tem se tornado cada vez mais popular, confira como é feita e qual seus benefícios pros seios.

Você já ouviu falar na mastopexia? Esse é um procedimento até que bastante comum, principalmente entre as mulheres. A mastopexia nada mais é do que uma cirurgia cujo objetivo é reverter o caimento natural dos seios, reposicionando a área que ficou flácida e colocando as mamas na sua posição original.

A mastopexia ainda pode ser reconhecida pelo nome de mamoplastia e lifting de mama. É uma cirurgia bem comum e recomendada principalmente para quem sofre com o caimento dos seios, seja pela idade ou por outro fator.

mastopexiaComo funciona a Mastopexia e quem pode fazer

Para a realização do procedimento, primeiro é aplicada uma anestesia local com sedação, podendo ela ser geral ou peridural. Como a cirurgia irá seguir dependerá da quantidade de tecido mamário: se houver necessidade, a mama é preenchida com implante de silicone e assim irá ter mais firmeza e os seios conseguiram se sustentar no local certo.

Em outros casos, não é preciso fazer a implantação de nenhum silicone: a pele em excesso é retirada e a mama é reposicionada no seu local de origem. Se for necessário, também ocorre a retirada de algumas gorduras e glândulas, para que os seios fiquem com um bom formato. A cirurgia pode durar até quatro horas.

A mastopexia é indicada para mulheres que sofrem com a flacidez e o caimento das mamas.

mastopexiaAntes da cirurgia

O preparo para a cirurgia envolve a realização de vários exames e também um período em jejum. A paciente precisará fazer todos os exames que são exigidos antes de qualquer procedimento do tipo, além de também passar por uma avaliação da mama por meio de ultrassom e mamografia. O intuito dos exames é verificar se há algum tipo de lesão ou alteração nas mamas.

Além disso, antes da cirurgia, a paciente deve realizar um jejum de cerca de 8 horas.

mastopexiaApós a cirurgia

Depois de realizar o procedimento, há alguns cuidados que devem ser tomados para uma boa recuperação. Por exemplo, a movimentação dos braços deve ser bem limitada no início, já que ao movimentar os braços, a mama também se mexe. Os braços não devem ser elevados acima da altura dos ombros por, pelo menos, duas semanas.

Caso a paciente seja usuária do cigarro, o tabagismo deve ser evitado, ficando pelo menos um mês sem fumar caso não consiga abandonar de vez. Também há alguns medicamentos que devem ser ingeridos para a recuperação, todos receitados pelo médico. Podem ser receitados antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos e até mesmo pomadas. De modo geral, a paciente deve descansar por 15 dias e cerca de 21 dias para voltar a dirigir. Exercícios leves podem ser feitos após um mês da cirurgia.

Quem não pode fazer a Mastopexia

A mastopexia não é muito recomendada para mulheres jovens, afinal pode acabar atrapalhando a amamentação. Por isso, é um procedimento que deve ser feito somente quando a mulher não tem a intenção de engravidar. A cirurgia também deve ser evitada em casos de doenças autoimunes e doenças crônicas descompensadas.

Sempre converse com seu médico para tirar todas as dúvidas sobre procedimentos estéticos.

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários!

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *