Suplementos

Chega de queimação no estômago! Veja qual suplemento pode ajudar contra a Gastrite!




Atualmente, os casos de gastrite subiram bastante em comparação a outros anos. Isso se deve tanto ao estilo de vida frenético que a maioria leva como também é resultado de más alimentações.

Entretanto, você sabia que é possível solucionar esse problema tão destrutivo com apenas um suplemento? A partir desse cenário, vamos conferir um panorama sobre tudo que é necessário saber sobre a gastrite, além de como combatê-la com a Spirulina.

Suplemento para tratamento de gastrite: conheça as vantagens da Spirulina Se você acompanha os mais diversos blogs sobre saúde assim como o da Nutrilifecaps, com certeza já se deparou alguma vez com o nome Spirulina. Ela é uma microalga que ganhou muita atenção do meio científico por suas propriedades versáteis para tratar de várias doenças. Mas calma, vamos explicar primeiro a gastrite e lá no final, comentaremos sobre o produto.

 

O que é a gastrite e seus sintomas?

Para começarmos, vamos explicar o que seria esse problema. A gastrite se trata de uma inflamação na mucosa que está nas paredes intestinais. Geralmente é causada por uma bactéria chamada de Helicobacter pylori ou H pylori.

gastrite sintomas

Existem duas formas da gastrite mostrar os seus sintomas: de forma aguda ou crônica. Na primeira opção, os sintomas aparecem repentinamente e somem com o passar do tempo. Na gastrite crônica, entretanto, os sintomas duram por muito mais tempo e se não for tratada corretamente, pode durar até por anos.

 

Os sintomas mais comuns são as náuseas, vômitos e dores na região abdominal, que costumam ser chamadas de pontadas no estômago. Outro sintoma comum é a sensação de queimação ou de estômago cheio constantes, além do inchaço do abdómen.

Quais as principais causas da gastrite?

Agora que você já conhece o funcionamento da gastrite, vamos comentar sobre as várias formas de se contaminar. Vale lembrar que ela é uma doença que recebe constantes atualizações de estudos, por isso aqui será um panorama.

Como já dissemos, o principal agente causador é a bactéria H pylori, que é geralmente consumida pelos humanos através da falta de cuidado com a higiene dos alimentos.

Entretanto, o constante uso de medicamentos anti-inflamatórios e tabagismo também são fatores que estão ligados.

Por fim, o sistema imune da pessoa pode produzir anticorpos que destroem as células gástricas, o que configura a gastrite autoimune, que não tem cura, mas possui medicamentos e estudos que diminuem os sintomas causados.

Como a suplementação de Spirulina ajuda contra a Gastrite?

Assim como prometi, vamos falar sobre a Spirulina. A microalga possui vários benefícios não só contra gastrite, mas também contra várias doenças que atacam constantemente o cotidiano das pessoas.

Mas, antes de comentar, vale lembrar que a automedicação não deve ser feita para evitar possíveis efeitos colaterais. O suplemento só surtirá efeito caso seja consumido da maneira correta.

Quais os demais benefícios da Spirulina?

A lista de benefícios é grande, então prepare-se! A começar pelo fato da Spirulina ser capaz de reduzir consideravelmente a pressão arterial e evitar outras doenças cardíacas, como o infarto e o derrame, devido a sua propriedade antioxidante, além de diminuir as taxas de açúcar no sangue.

Agora, focando um pouco mais no tema da gastrite, a Spirulina Premium tem uma grande taxa de eficiência contra inflamações, o que ajuda a diminuir consideravelmente a inflamação da mucosa intestinal. Por fim, a Spirulina também ajuda na desintoxicação por conseguir acelerar o metabolismo.

Qual o preço médio da Spirulina e onde comprar?

Para finalizar, o preço para conseguir a Spirulina vai depender principalmente da marca. O valor das cápsulas estão em torno de R$ 100,00 em diante, mas também é possível encontrar versões em pó nas farmácias que custam entre R$ 15,00 e R$ 100,00. De qualquer forma, é um produto bem acessível para a maioria das pessoas.

 

Com isso, chegamos ao fim. Espera-se que agora você conheça sobre a gastrite, além de saber como tratá-la com a Spirulina. Se gostou do texto, compartilhe para ajudar na divulgação e para conhecer outros conteúdos relacionados à saúde, continue a visitar os posts do site!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.