Sexualidade

Calcinhas de algodão: Porque os ginecologistas indicam?


Veja por que usar calcinhas de algodão é bom para a saúde intima e por que os ginecologistas indicam seu uso.

Talvez você nunca tenha parado para pensar no tecido da calcinha que você está vestindo neste momento, mas você sabia que esse detalhe pode fazer toda diferença na sua saúde íntima e conforto? Muitas mulheres passam a vida inteira sem conhecer essa informação que pode ajudar a ter uma vida muito mais saudável e prática, e é por isso que hoje vamos falar da calcinha de algodão e suas vantagens. Veja a seguir quais são as suas características, porque os ginecologistas indicam o uso das calcinhas deste material e muito mais!

Vantagens das calcinhas de algodão

calcinhas de algodao

Antes de saber das vantagens das calcinhas de algodão é importante entender que tecido é este e o que faz dele tão especial. O motivo é simples: o algodão é um tecido natural, obtido através de uma planta e por isso ele é tão diferenciado e se opõe às peças de tecidos sintéticos, como o poliéster. Por causa disto as calcinhas de algodão possuem vantagens que merecem ser citadas. Veja a seguir quais são elas:

Conforto

Sem dúvidas uma das principais vantagens das calcinhas de algodão são o conforto que elas proporcionam para a mulher graças ao toque delicado do tecido. Por esse motivo essas calcinhas são ideias para serem usadas no dia a dia, já que não causam incômodo e vestem super bem com a maioria das roupas.

Contribui para a saúde íntima feminina

Por se tratar de um tecido natural, o algodão é um tecido que deixa a região íntima transpirar evitando doenças e alergias que podem aparecer na virilha ou até mesmo na vagina, como candidíase, corrimentos, infecção urinária e coceiras. O abafamento pode ser responsável por uma série de problemas, criando um ambiente úmido e quente, ideal para o desenvolvimento de fungos.

Uma outra característica que é vantajosa para saúde das partes íntimas da mulher é fato de que o algodão não retém o suor e outras secreções, permitindo a respiração desta região.

Por esses motivos os ginecologistas sempre recomendam o uso de calcinhas de algodão, já que pode ajudar a evitar doenças.

Higienização

A lavagem das calcinhas de algodão também são uma vantagem destes modelos, já que o tecido permite que a limpeza seja feita de forma mais efetiva. Isso também faz com que o cuidado com a sua saúde íntima seja maior, além de evitar maus odores que podem ser causados por tecidos que não permitem uma limpeza mais adequada, como é o caso dos tecidos sintéticos.

Ainda sobre a higienização das calcinhas de algodão é importante falar que se ela for feita da maneira correta, esses modelos de calcinha possuem alta durabilidade, não esgarçam e geralmente não ficam relaxadas.

Diversidade de modelos

Temos que concordar que as calcinhas de algodão não estão entre os modelos mais sexys de lingerie, principalmente se comparado aos modelos de renda, mas atualmente é possível encontrar uma variedade de modelos de calcinhas que agradam a todos os gostos, com diversidades de cores e recortes.

Bom tambem para o meio ambiente

Outro ponto que merece destaque é o fato de que as calcinhas feitas de algodão agridem menos o meio ambiente, já que são feitas de fibra natural. Comparado ao poliéster, por exemplo, que é feito a partir do plástico, o algodão está a frente no quesito sustentabilidade. Além disso, como geralmente as roupas de algodão duram mais, não é necessário ficar o tempo todo renovando o guarda roupas. Mais um ponto para as calcinhas de algodão que ajudam no consumo consciente!

Por fim é importante falar que não é necessário radicalizar! As calcinhas de algodão realmente são mais vantajosas, mas se você quiser usar algo mais sensual e elaborado em uma ocasião especial, pode sim recorrer a um modelo de lingerie mais sexy e feita em outros tecidos.

Conclusão

Gostaram de saber tudo sobre as calcinhas de algodão meninas?

Já falamos em outro artigo tambem sobre o estimulante sexual feminino, sugiro leitura do artigo.

Bem caras leitoras, esperamos que o artigo de hoje tenha tirado as suas dúvidas! Até a próxima!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *