Alergia a Joias e Bijuterias: por que ocorre? como evitar?


Alergia a Joias e Bijuterias é mais comum do que se imagina, entenda por que ocorre e que cuidados pode-se ter, confira!

Quem compra uma joia bacana como um anel de namoro, pode acabar tendo uma surpresa desagradável, ao ver que seus dedos ficam vermelhos ou a mão começa a descascar, após o uso da mesma. Isso é algo que acontece com frequência infelizmente, e pouca gente sabe que não tem a ver com a qualidade do objeto e sim com algo mais profundo, a alergia. Sim, por mais estranho que possa parecer, há pessoas que possuem alergia a jóias e bijuterias e vamos te explicar como isso se dá, acompanhe conosco.

Alergia a Joias e Bijuterias – por que ocorre?

alergia a joias

A alergia pode se dar em relação ao ouro, prata e cobre, mas uma das substâncias que mais causam alergias, principalmente nas mulheres, é o níquel. O metal está presente em todas as peças de bijuterias, e muitas vezes também é encontrado, em pequenas quantidades, em algumas joias. Caso você apresente qualquer tipo de alergia ao utilizar sua aliança, antes de mais nada, recomendamos que você vá a um dermatologista. Muito provavelmente seu médico irá recomendar que você suspenda o uso da aliança por alguns dias e que utilize uma pomada específica para tratar a irritação.

Dermatite de contato

Esse é o nome que se dá para a  irritação na pele causada pelo contato com as joias, que é caracterizada pelo prurido e a erupção cutânea. Normalmente, o que provoca esse tipo de problema é o níquel usado como metal na produção das joais. É mais comum que o problema seja observado no contato do brinco com o ouvido, em segundo lugar, no pulso e em terceiro, no pescoço. A dermatite provocada pelo contato da pele com joias atinge, segundo estudos, 10% da população. O que significa que uma boa parte das pessoas têm alergia ao níquel usado na produção desses objetos. Uma coisa interessante sobre esse tipo de alergia é que nem sempre ela aparece de imediato. Uma pessoa pode começar a ter reação alérgia muitos anos depois de já ter usado joias.


Como lidar com isso?

alergia joias e bijuterias

Se você não aguentar e quiser usar sua biju, ou jóia a dica muito útil é, passar esmalte incolor na peça, deixar secar, e passar novamente, até atingir 3 camadas. Melhor ainda, é utilizar a cola para bijuterias, uma branquinha, fazendo o mesmo procedimento. Quando ela seca fica incolor. Esses procedimentos servem também para evitar o escurecimento das peças. A alergia ao ouro  e jóias com níquel é facilmente tratada e, geralmente, melhora minimizando o contato com a pele e com o uso de um creme de corticoide tópico, como a hidrocortisona, por exemplo.

Se seu caso for mais grave, seu médico pode recomendar um tratamento com duração mais prolongada (1 semana), com um creme de corticoide e prescrição médica.

Mas cuidado, se a alergia cutânea não melhorar após cinco a sete dias sem usar o anel, procure seu médico especialista para entender a causa de sua alergia e excluir outras possibilidades que possam estar desencadeando essa resposta imunológica de seu organismo.

Conclusão

Esperamos que as dicas tenham sido úteis pessoal, mas procurem sempre seu dermatologista para que ele indique o melhor tratamento e possa entender o que está ocorrendo com sua pele!

Sugestões de novos artigos podem ser deixados nos comentários!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *