Terçol no olho – como cuidar?


Sofrendo com terçol no olho? Veja por que ele ocorre, com o cuidar e mais

O terçol é uma inflamação bem comum e que afeta as pálpebras do nosso olho. Ele surge quando as glândulas da borda das pálpebras estão entupidas ou foram infectadas por alguma bactéria. Essa infecção pode acontecer por vários motivos, como você claramente ficará sabendo mais para frente.

Você pode nunca ter sofrido com o terçol, mas por outro lado, há pessoas que lidam com o problema com bastante frequência. O terçol não é um problema extremamente grave, mas é preciso tomar algumas medidas para evita-lo e trata-lo, a fim dele não voltar a surgir. A seguir, descubra como cuidar do terçol no olho.

 terçol no olhoEntenda o que causa o terçol

As glândulas presentes na borda da pálpebra podem ser entupidas ou afetadas por uma bactéria através de algumas atividades e fatores. A infecção bacteriana, por exemplo, é uma causa bastante comum do terçol e consiste em uma bactéria que fica dentro da glândula.

Quando as glândulas possuem mau funcionamento, também aumenta o risco de surgir o terçol. Quem sofre de blefarite, uma doença que causa a inflamação nas pálpebras, também tem maiores chances de sofrer com o terçol. Além disso, pessoas que produzem sebo em excesso nos olhos, também podem lidar com o problema.

Conheça os principais sintomas de terçol

O terçol possui alguns sintomas bem marcantes, por isso em alguns casos pode ser bem fácil de fazer sua identificação. O principal sintoma, de fato, é o inchaço na pálpebra, tanto na parte de cima quanto na de baixo. Esse inchaço também pode estar acompanhado de uma ponta amarelada que significa a existência de pus.


Junto disso, você pode sofrer com dor na região, vermelhidão ao redor da pálpebra afetada e também calor. Outro sintoma comum é a sensação de um corpo estranho em seu olho, lacrimejamento e visão embaçada.

 terçol no olhoComo cuidar do terçol

O terçol é um problema que pode se resolver sozinho e medicamentos só são recomendados em casos mais graves. Entretanto, há muitos tratamentos caseiros que são recomendados até por médicos, para quem deseja se livrar do problema mais rapidamente e sem dor.

O cuidado principal com o terçol é fazer compressas de água morna, pois elas ajudam na reabsorção das substâncias que estão acumulados na pálpebra. A compressa deve ser aplicada até quatro vezes por dia, durante 20 minutos na região afetada. Você também pode fazer uso de colírios para melhorar o aspecto e diminuir o inchaço.

Evite espremer aquela pontinha amarela de pus que surge, pois isso pode acabar piorando sua infecção. Evite também usar qualquer tipo de maquiagem enquanto estiver com terçol.

Como prevenir o surgimento do terçol

Para prevenir o terçol, depende muito do que o causou primeiramente. Em pessoas com a pele muito oleosa, por exemplo, o ideal é procurar um dermatologista e mudar a sua rotina de cuidados com a pele, para controlar o sebo e assim diminuir o risco de terçol.

Em todos os casos, é sempre recomendado lavar e higienizar muito bem os olhos, não usar produtos que o agridem e evitar ficar passando a mão neles, pois elas possuem muitas bactérias.

Importânte

Sempre procure seu médico oftalmologista, as informações aqui apresentadas são de domínio público na internet e não substituem de nenhuma forma uma consulta médica, não nos responsabilizamos pelo mal uso das informações aqui apresentadas.

Já falamos em outro artigo sobre o calcanhar de maracuja, uma doença bem séria e complicada.

Sugestões e dicas podem deixar nos comentários.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *