O que é Mesoterapia?


As clínicas de estética tem investido em tratamentos alternativos para reduzir e evitar celulite, estrias, entre outros problemas que afetam a autoestima feminina, conheça tudo sobre mesoterapia e como ela pode te ajudar!

 

Criada na França em 1952 pelo médico Michel Pistor, a mesoterapia é um procedimento estético que tem como objetivo reduzir gordura localizada, rugas e as marcas de estrias, celulites e flacidez. Também conhecido como intradermoterpia, o tratamento tem se tornado cada vez mais comum nas clínicas e salões de estética por não ser invasivo e ter resultados eficazes, positivos e muito rápidos.O processo permite a redução de medidas nas áreas tratadas, o que, consequentemente, diminui a incidência de celulite e faz com que a pele tenha um aspecto mais liso e mais tonificado.  O tratamento, no entanto, deve estar aliado a uma dieta controlada por um nutricionista – sem açúcares, refrigerante e gordura – e um plano de atividades física para que faça mais efeito.

Como funciona a mesoterapia?

mesoterapia

O tratamento mesoterápico é realizado por meio da aplicação de uma solução (mescla) que conta com aminoácidos, medicamentos alopáticos, anestesia, enzimas, vitaminas e extratos de plantas na derme – fica localizada logo abaixo da epiderme. A mescla é aplicada com uma agulha ultrafina em pequenas porções na região desejadas.

 

O agulhamento permite que o resultado seja obtido mais rapidamente, já que age diretamente no problema. Além de tratamentos estéticos, a mesoterapia é utilizada, em alguns casos, para tratar doenças ortopédicas e reumáticas. Entretanto, nessas situações, é preciso acompanhamento de um médico especialista.

 

Há ainda outra forma para realizar a intradermoterapia, desenvolvida especialmente para quem não encara agulhas de jeito nenhum – ainda que elas sejam finas e menores que as utilizadas na aplicação de insulina. Atualmente, no mercado, já existe algumas clínicas que realizam o procedimento com uma máquina sem agulhas. Ela funciona por meio de micro-pressões sobre a pele, que faz com que os medicamentos atravessem a camada dérmica e o leito microvascular. Dessa forma, o efeito é o mesmo do processo convencional.


Vale ressaltar que a mesoterapia não é totalmente indolor, mas a dor é totalmente suportável. É comum, ainda, que as pessoas fiquem com hematomas ou vermelhidão na área tratada, já que o processo consiste em agulhamento na pele.

Além disso, é preciso manter uma alimentação balanceada e sem gorduras e ingerir 2 litros de água por dia antes de realizar o procedimento para garantir que os resultados sejam mais eficazes.

 

Preço

O valor de cada aplicação da mesoterapia varia de acordo com a situação e com o local, é claro. Mas, geralmente, a sessão de 30 minutos – tempo suficiente para a aplicação – custa em média R$140,00.

A quantidade de aplicações varia entre uma vez por semana ou a cada 15 dias, de acordo com o caso, a idade, problema, estereótipo e, claro, com a região do corpo. Geralmente, são necessárias 10 sessões para que haja eficácia no tratamento. No caso do processo sem agulhas, é necessária uma visita semanal à clínica de estética.

 

Contraindicações

mesoterapia celulite

Apesar de não ser invasiva, a mesoterapia é contraindicada para pessoas com doenças autoimunes ou que apresentem alguma doença de pele, já que o processo conta com diversas substâncias que podem dar reação alérgica nesses casos. Além disso, grávidas também não devem fazer o tratamento porque os ingredientes da mescla podem chegar diretamente até o bebê ou ao leite.

Em outra esfera, uma das complicações que podem acontecer durante o procedimento é a infecção por microbactérias. Isso geralmente acontece quando o local não é seguro e não conta com uma higiene adequada.

Também podem aparecer necroses, urticária e outros problemas na pele causados pela má execução do procedimento ou pelo tipo de substância aplicada. Por isso, é de extrema importância que antes de iniciar o tratamento, a pessoa procure informações sobre a clínica e esteja atenta à limpeza.
Quando há complicações, há a necessidade de realizar um tratamento com diferentes medicamentos – alguns deles podem ser invasivos e resultar em cicatrizes não estéticas, como problemas no estômago, entre outros.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *