Sintomas da Dengue: conheça todos aqui!

Conheça os sintomas da dengue e previna-se contra ela! Veja nossas dicas.

Aqui em nosso site, temos por costume sempre falar muito sobre dietas emagrecimento a pedidos dos nossos leitores  e leitoras, como por exemplo se a bicicleta ergométrica emagrece ou sobre suplementos como o pro burn x. Mas hoje iremos tratar de um assunto que é bem sério: os sintomas da dengue. Mas antes, vamos entender um pouco sobre essa doença que infelizmente ainda não foi erradicada de nosso país.

O que é a dengue?

sintomas da dengue moskito

A Dengue é uma virose, ou seja, uma doença causada por vírus. O vírus é transmitido para uma pessoa através da picada da fêmea contaminada do mosquito Aedes Aegypti. No mundo todo existem, oficialmente, cinco tipos de vírus da dengue — no Brasil, porém, circulam apenas quatro.

Normalmente o Aedes pica no início da manhã e no final da tarde, uma vez que possui hábitos diurnos. É um mosquito muito bem adaptado ao ambiente urbano, portanto, pode ser encontrado facilmente no interior das residências, principalmente em locais escuros, como atrás de armários e sofás.

Somente a fêmea do mosquito pica os humanos, sendo ela, portanto, a responsável pela transmissão do vírus. O vírus causador da dengue é do gênero Flavivírus e pertence à família Flaviviridade. No Brasil, existem quatro sorotipos virais diferentes da doença: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

Sintomas da dengue

Como temos a dengue simples e a dengue hemorrágica(muito mais grave), temos sintomas diferenciados:

Dengue Clássica

• Febre alta com início súbito.
• Dor de cabeça.
• Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento deles.
• Perda do paladar e apetite.
• Náuseas e vômitos.
• Tonturas.
• Extremo cansaço.
• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
• Moleza e dor no corpo.
• Muitas dores nos ossos e articulações.

Dengue Hemorrágica

Os sintomas da dengue hemorrágica no início da doença são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre, com maior freqüência, quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alarme:
• Dores abdominais fortes e contínuas.
• Vômitos persistentes.
• Pele pálida, fria e úmida.
• Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
• Sonolência, agitação e confusão mental.
• Sede excessiva e boca seca.
• Pulso rápido e fraco.
• Dificuldade respiratória.
• Perda de consciência.

Prevenção contra a doença

A prevenção exige o combate ao mosquito da dengue. Remover todo lixo do quintal e não deixar que se acumule água em vasos de plantas, pneus, latas etc. Corrigir as irregularidades do terreno (buracos) de modo que não se formem poças d’água. O mosquito transmissor do dengue se reproduz onde há água parada.

Anúncio Patrocinado:

O doente deve ser protegido de novas picadas, pois, ao picar um ser humano contaminado, o mosquito leva a doença a outras pessoas, multiplicando rapidamente o número de vítimas. Portanto, é da maior importância manter o paciente em local resguardado por telas e mosquiteiros.

Tratamento contra a Dengue

Não existe tratamento específico para dengue, apenas tratamentos que aliviam os sintomas, mas eles são muito importantes, para aliviar o desconforto do paciente e mesmo evitar a morte. O grande mal-estar impõe um repouso obrigatório, o que ajuda o organismo a combater o vírus. O paciente deve ingerir grande quantidade de líquidos como água, sucos, chás, soros caseiros, etc, para evitar a desidratação. Os sintomas podem ser tratados com antitérmicos como a dipirona ou o paracetamol. Em nenhuma hipótese devem ser usados medicamentos à base de ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios, devido à ação antiagregante plaquetária que eles têm, a qual pode aumentar o risco de hemorragias.

O tratamento da dengue requer bastante repouso e a ingestão de muito líquido, como água, sucos naturais ou chá. No tratamento, também são usados medicamentos anti-térmicos que devem recomendados por um médico. O Ministério da Saúde recomenda o uso de paracetamol para o controle da febre e da dor na suspeita de dengue, nunca ultrapassando o limite de 3 g por dia, porém a toma de qualquer medicamento deve ser aconselhado pelo médico.

No hospital devem ainda ser feitos repetidos e frequentes exames de sangue para acompanhar a evolução do quadro clínico do paciente. Normalmente, a diminuição da febre e alívio da dor no corpo são sinais de melhora da dengue e surgem, geralmente, em até oito dias após o início dos sintomas. Por outro lado, o surgimento de vômitos, de dores abdominais muito fortes, de palidez e de pintinhas na pele são sinais de piora.

 

Conclusão

Procure sempre seu médico se sentir algum dos sintomas acima, ou a combinaçào deles. Com a dengue não se brinca, e o tratamento é demorado, quanto mais cedo for diagnosticada a doença, maior a chance de cura. Não fique apenas buscando diagnostico em sites da internet. As informações aqui presentes são de domínio público na Internet, não nos responsabilizamos pelo mal uso das informações.

Dúvidas ou sugestão de novos artigos, podem deixar nos comentários.

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *