Repelente para grávidas

Conheça o melhor repelente para grávidas e veja a importância de se utilizar um. Veja também preço e onde comprar mais barato

Recentemente, o Brasil sofreu um surto de várias doenças associadas ao mosquito aedes aegipty, conhecido anteriormente apenas pela transmissão da dengue. Um dos problemas mais graves, que vamos explicar mais abaixo, envolvia as mulheres grávidas, já que muitos bebês começaram a nascer com uma doença chamada microencefalia. Por isso, hoje nesse artigo vamos falar sobre os melhores repelentes para grávidas, para que esse mosquito e outros fiquem longe do seu corpo. Acompanhe conosco.

Repelente para grávidas – por que é necessário

Repelente para grávidas

A grande necessidade é de evitar que uma gestante pegue o vírus zika, O vírus Zika (responsável pela microencefalia em bebês) é transmitido por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, que se prolifera nos locais onde se acumula água. A principal ação de combate ao mosquito é evitar sua reprodução.

Como a gestante pode se proteger do vírus da zika?

Eliminar os possíveis focos do mosquito e evitar viajar para as áreas endêmicas neste momento. Recomenda-se o uso de repelentes (permitidos para grávidas) e priorizar o uso de calças e blusas de manga comprida para diminuir as áreas expostas do corpo.

zika virus gravidas

Instalação de telas protetoras em janelas e portas e mosquiteiros sobre a cama também são alternativas para se proteger do mosquito.Mas o principal é o uso de repelentes de insetos.

Quais os melhores repelentes?

Conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, as três substâncias capazes de afastar o mosquito Aedes aegypti — o vetor da doença — são icaridina, IR3535 (etil butilacetilaminopropionato) e DEET (dietiltoluamida).Há diversas fórmulas que contêm um desses ingredientes, que  podem ser utilizadas com ressalvas. As grávidas, por exemplo, requerem aval do obstetra e, se optarem pelo DEET, a concentração da substância deve ser de 10% a 50%.

De acordo com o ginecologista e obstetra Javier Miguelez, do Hospital e Maternidade São Luiz, de São Paulo, o repelente mais utilizado é feito à base de Icaridina e leva o nome comercial Exposis. A vantagem do produto é o tempo de duração dos seus efeitos. “Seu intervalo de aplicação é de 10 horas, enquanto os demais repelentes apresentam um intervalo de aplicação menor.”

Anúncio Patrocinado:

Onde comprar mais barato?

Nas 2 farmácias, voce encontra os melhores preços, clique e confira:

Existem contra indicações?

A orientação da Secretaria Estadual de Saúde (SES) é que cada gestante procure o seu obstetra, que deverá indicar um repelente de acordo com a peculiaridade de cada paciente, que pode ter alergia a determinada substância. Mesma recomendação da resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)- RCD 19, de abril de 2013, que dispõe sobre os requisitos técnicos para a concessão de registro de produtos cosméticos repelentes de insetos, e que diz: “para uso durante a gravidez e amamentação, consulte um médico.Em todo caso, em uma coletiva de imprensa, o Ministério da Saúde informou que, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), todas as marcas comerciais disponíveis no Brasil podem ser utilizadas com segurança pelas gestantes.

Conclusão

Bem , lembramos que todo repelente deve ser usado somente com prescrição do seu médico. Nosso site não se responsabiliza pelo mal uso das informações aqui apresentadas que são de domínio público na Internet.O mosquito aedes é responsável também por outras doenças, como ja falamos no artigo sobre os sintomas da dengue, sugiro a leitura dele.

Dúvidas ou sugestão de novos artigos podem deixar nos comentários!

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *