Falhas no Cabelo: por que ocorrem? como tratar? Confira!

Sofrendo com falhas no cabelo? Entenda por que esse problema ocorre, como é possível cuidar e até mesmo como evitar que ocorra!

A saúde dos cabelos é algo que preocupa as pessoas cada vez mais hoje em dia, seja somente pelo fator de estar bem com seu corpo, seja também pelo fator estético. E quem não fica incomodado quando começam a aparecer falhas no cabelo, devido a queda ou simplesmente por que os fios não estão nascendo em determinado local. Isso deixa qualquer pessoa com a auto estima abalada não é verdade? Por isso hoje vamos falar um pouco desse problema chato, mas que felizmente tem solução na maioria dos casos. Acompanhe conosco.

Falhas no cabelo – por que ocorrem?

falhas no cabelo

Bom, primeiro é preciso entender que essa falha ou queda dos cabelos tem um nome científico , chama-se alopecia e é objeto de pesquisas e estudos há décadas, buscando causas e tratamentos. Alopécia é a queda de cabelo que resulta do enfraquecimento capilar. A vulgar calvície ou alopécia androgenética.Nos homens, este tipo de alopécia é caracterizada por uma linha de perda de cabelo no topo da cabeça, conhecida como alopécia de padrão masculino. Um tipo semelhante de queda de cabelo ocorre nas mulheres. A alopécia de padrão feminino resulta no enfraquecimento do cabelo no topo da cabeça mas é geralmente menos severa do que nos homens.

As análises sempre indicaram que é mesmo a genética o principal fator que influencia a perda de cabelo nos padrões apresentados. O que indica esse fato é que gêmeos idênticos geralmente iniciam a perda de cabelos da mesma forma, no mesmo padrão e na mesma idade. Essa constatação não deixa claro o que realmente influencia esse processo, mas indica fortemente a influência genética. De qualquer forma, as pesquisas continuam para buscar a compreensão do real mecanismo que determina a calvície.Mas existem alguns outros motivos:

Anemia

Essa doença  é uma das principais causas da queda do cabelo uma vez que afeta a produção dos fios e enfraquece os que já existem devido a ausência de oxigenação no bulbo capilar. Assim, caso junto com a perda de fios sinta-se falta de ar, mal-estar, dor de cabeça, fraqueza e cansaço, é válido investigar se não há deficiência de ferro no organismo.

Alimentação incorreta

Alimentos gordurosos, álcool, fast food e alimentos de muita gordura mas baixo valor nutritivo podem ser uma péssima rotina para seus cabelos que ficam fracos e oleosos.

Banho quente

falha cabelo banho quante

A estrutura do fio de cabelo se resseca em contato com a temperatura alta da água do banho. O cabelo também perde parte do sebo, que protege o couro cabeludo, quando lavado com água muito quente. Os danos aos fios podem ser evitados trocando a água muito quente por uma de temperatura mais morna.

Cirurgia e medicação intensa

Alguns medicamentos usados no tratamento de gota, artrite, depressão, problemas cardíacos, hipertensão arterial e anemia contribuem para o problema. O excesso de vitamina A também pode levar a  queda.

Envelhecimento

Anúncio Patrocinado:
   

É inevitável: com a chegada da idade, vem a queda de cabelo. A partir dos cinquenta anos, o couro cabeludo fica menos espesso. Isso prejudica as glândulas sebáceas e sudoríparas, assim como a circulação na região, dificultando a chegada de nutrientes para a produção do fio.

Uso excessivo de secador e chapinha

Pessoas que têm fragilidade no cabelo podem sofrer uma piora acentuada com o uso excessivo de secadores e chapinhas. “Depois do banho, algumas partículas de água entram no fio. O contato com o calor leva à formação de bolhas de ar dentro do cabelo, favorecendo a queda”, diz o especialista Valcinir Bedin. A recomendação é usar a chapinha ocasionalmente e, no caso do secador, manter o aparelho a 30 centímetros de distância da cabeça, na temperatura morna.

Estresse

O estresse influencia na produção dos fios, ao direcionar os nutrientes necessários para o desenvolvimento de um cabelo forte e saudável para a geração de energia. Nesse processo, há perda de vitaminas e minerais e aumento do nível de cortisol no organismo. O hormônio desacelera a divisão celular na raiz, aumentando a quantidade de fios perdidos.

Dicas para tentar evitar a queda de cabelos

evitar falha cabelo

Em geral, além do uso de medicamentos, loções, shampoos e cremes voltados ao combate da calvície e da queda, é indicado que a pessoa aposte em algumas outras soluções alternativas para compor o tratamento. Apesar de famosos, Imecap hair e Finasterida não fazem efeito se o problema continuar internamente.

Alimentação

Uma alimentação rica em vitaminas e proteínas é essencial para o fortalecimento dos fios. Por isso, para obter os nutrientes necessários, procure seguir uma dieta equilibrada que contenha:

Zinco, presente em alimentos como carne vermelha, frango e peixe;

Aminoácidos lisina, cisteína e prolina, presentes em carnes;

Beta-caroteno, presente em vegetais alaranjados como cenoura e folhas de cor verde-escura;

Vitaminas do complexo B, presentes em grãos, nozes, legumes, cereais integrais.

Evite dormir com cabelos molhados

Cabelos molhados no travesseiro, acabam ficando enfraquecidos e ainda ajudam o surgimento de caspa.Isso ajuda a tampar os poros e pode piorar as falhas no cabelo.

Evite o uso de bonés

Eles também fazem com que o couro cabeludo fique suado e úmido.

Produtos adequados

Use regularmente shampoos e demais produtos para tratamento capilar adequados ao seu tipo de cabelo, não tome suplementos e remédios somente por que passou na Tv ou por que deu certo com a vizinha, é importante lembrar que cada organismo reage de forma diferente a esses produtos.

Como é feito o tratamento?

A melhor forma de evitar a queda é manter os cabelos saudáveis a partir de uma boa alimentação e produtos de qualidade. Para não errar, o ideal é consultar um dermatologista que pode indicar os tratamentos mais adequados às necessidades de cada paciente. Com essa avaliação médica, é possível descobrir as reais causas do transtorno, podendo até detectar uma patologia mais complexa, como o hipotireoidismo, muito comum entre as mulheres”, encerrou o profissional.

Conclusão

Bom pessoal, espero que tenha ficado mais claro por que ocorre a queda ou falhas no cabelo e como é possível evitar que ocorra.

Dúvidas ou sugestões de novos artigos, podem mandar nos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *