Espinha Interna: por que ocorre? Como tratar?

Entenda por que a espinha interna ocorre e algumas medidas que se pode tomar para evitar seu surgimento!

Quem nunca passou pela situação de ter uma festa pra ir, que programou a semana inteira e justo no dia da festa, percebe aquela espinha interna, que saiu bem no meio do nariz, ou pior , no meio da testa? A espinha interna é um problema que afeta homens e mulheres, mesmo que eles já tenham passado da fase das espinhas que surgem nas adolescência.Já falamos aqui sobre o roacutan para espinhas muito agressivas e também já demos dicas para acabar com espinhas, mas no artigo de hoje, vamos explicar um pouco por que elas ocorrem e também daremos algumas dicas de como é possível tratá-las. Acompanhe com a gente.

O que é a espinha Interna?

Normalmente, as espinhas surgem em pessoas predispostas geneticamente e se desenvolvem na pele a partir de fatores que contribuem diretamente para isso, como alterações hormonais, má alimentação, falta de higiene, uso de produtos errados, presença de bactérias na pele, entre outros. “Toda a acne é uma inflamação que resulta da produção excessiva das glândulas sebáceas. Com esse acúmulo, os poros acabam se obstruindo e a secreção (pus) fica retida”, explica Miriam Sabino de Oliveira, dermatologista da clínica Miriam Sabino, de São Paulo.

No caso das espinhas internas, o que acontece de diferente é que, ao ter o sebo completamente envolvido pela pele, elas acabam não erupcionando (ou seja, ficando com suas pontinhas visíveis).

Apesar de ser uma inflamação interna, as espinhas internas não causam sérios riscos à saúde. Entretanto, é preciso aplicar um tratamento dermatológico eficaz, capaz de eliminar por completo a infecção da região.  Vale salientar que tais tratamentos podem ser realizados em casa com receitas simples, porém, eficazes.

Como cuidar da espinha interna?

Se você está sofrendo com uma espinha interna, consulte um dermatologista para iniciar um tratamento adequado para acabar de vez com esse problema que incomoda tanto.Mas se não for possível mesmo, há algumas coisas que podem ajudar:

Anúncio Patrocinado:
  • Não aplique produtos cosméticos sobre a área de pele afetada, caso contrário o problema pode ser agravado;
  • Utiliza um bom creme para acne. Estes cremes devem ser aplicados todas as noites, imediatamente antes de ir dormir;
  • Aplique um bom protetor solar antes de sair de casa. Não deve ter este cuidado apenas durante o verão, mas sim durante todo o ano;
  • Lava a área afetada, com um sabonete adequado, pelo menos três vezes por dia.

Outro aliado importante para a retirada de uma espinha interna é o vapor. Aquele vapor do banheiro, na hora do banho, pode servir para expelir a espinha interna. Se não puder esperar a hora do banho, você pode ferver um recipiente de água até que faça vapor e colocar a fumaça da água no local da espinha. O vapor faz com que os poros se abram, desobstruindo o local onde a espinha está alojada.

Essas medias são paliativos, mas no fim das contas podem ajudar a acelerar o processo de cura das suas espinhas internas.

Como evitar seu surgimento?

Basicamente, elas ocorrem pela presença de sujeira e posterior entupimento dos poros, portanto algumas dicas simples podem ajudar:

  • Mantenha-se sempre hidratado durante o dia
  • Mantenha a pele limpa e sem oleosidade excessiva
  • Nutra-se com alimentos saudáveis como frutas e legumes
  • Evite estressar-se
  • Durma de forma adequada
  • Exercite-se regularmente
  • Lave o rosto antes de dormir e também ao acordar.

Conclusão

Bem pessoal, espero que tenham curtido as informações

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *