Carboxiterapia: Saiba tudo sobre esse procedimento!

Conheça tudo sobre a carboxiterapia, como funciona, quem faz e quais os efeitos para seu corpo!

A indústria da beleza não para! E por isso, todos os dias novos procedimento surgem nas clínicas de estética de todo o país. Porém, antes de iniciar um tratamento estético, é preciso que você conheça bem todos os riscos e vantagens que ele pode trazer, inclusive, para reduzir a possibilidade de colocar a sua saúde em risco.

Pensando nisso, hoje vamos falar da carboxiterapia, um procedimento que vem se popularizando no Brasil, mas que, apesar das muitas vantagens, também pode apresentar riscos. Continue lendo para saber mais!

carboxiterapia-como-funciona

Como funciona?

A carboxiterapia consiste em um procedimento que injeta gás nas camadas interiores da pele com uma agulha, melhorando a circulação nas áreas de aplicação e consequentemente, aumentando a oxigenação dos tecidos. Ela pode ser feita em parceira com outros tratamentos de beleza, como a lipoaspiração, afim de potencializar seus efeitos.

O número de sessões pode variar muito de acordo com os objetivos do paciente, mas geralmente, fazem-se 10 sessões, realizadas de 15 em 15 dias.

Indicações da carboxiterapia

As aplicações podem ser feitas em todo o corpo e rosto, já que o procedimento possui várias finalidades. Vamos falar de cada uma delas a seguir:

Para tratamento de estrias

O tratamento vem se mostrando bastante eficiente no tratamento das estrias, eliminando inclusive marcas que já existem a muitos anos. A técnica é capaz de diminuir o tamanho e intensidade das estrias, chegando a reduzi-las em até 80%. Pode ser usada também para disfarçar cicatrizes.

Contra flacidez

Como a carboxiterapia estimula a produção de colágeno pelas células da pele, ela é indicada também para reduzir a flacidez de várias áreas do corpo, incluindo o rosto e pescoço, o que estimula a renovação celular. Nesse caso, o tratamento pode ser indicado no pós operatório.

Para o tratamento de celulite

O tratamento também é indicado para pessoas que desejam eliminar a celulite e gorduras localizadas. Isso porque a aplicação quebra as células de gordura da região, eliminando a indesejada celulite.

carboxiterapia

Anúncio Patrocinado:

É um procedimento dolorido?

Sim! A carboxiterapia pode ser um procedimento dolorido e incômodo para muitas pessoas, já que ao ser aplicado nas camadas interiores da pele, acontece um deslocamento da mesma, causando dor intensa. Por isso, o recomendado é o tratamento comece com pequenas quantidades de gás, e vá aumentando conforme a aceitação do paciente.

Além disso, podem ocorrer inchaços nos locais das aplicações, sensação de dormência e ardência na pele e surgimento de hematomas.

Quais os riscos da carboxiterapia?

Como todo tratamento estético, a carboxiterapia também pode apresentar riscos para as pessoas que a fazem, podendo até colocar a saúde em risco. Por isso, é preciso ficar atento a algumas questões:

  • Jamais faça o procedimento se você estiver grávida ou com suspeita de gravidez.
  • Também não é indicado para pessoas com doenças do coração ou doenças pulmonares; pessoas propensas a ter alergia na pele; pessoas acima do peso; pessoas com histórico de câncer e com problemas de pele.
  • Conheça a clínica que vai fazer o tratamento. Busque referências e converse com o profissional responsável. Pode fazer a carboxiterapia o dermatologista ou o fisioterapeuta dermato-funcional.
  • Algumas pessoas podem ser alérgicas à substância que é aplicada, o que pode levar a consequências gravíssimas.
  • É preciso ter em mente que nenhum procedimento é milagroso, e para que os resultados sejam satisfatórios, é preciso aliar a uma dieta balanceada e a uma prática regular de exercícios.

Por hoje é isso, meninas! E lembre-se: coloque sua saúde sempre em primeiro lugar antes de realizar qualquer tratamento de beleza!

Recomendados para você: