Alimentos Funcionais: como agem no organismo? Conheça os melhores!

Alimentos Funcionais ajudam seu corpo e podem ser uma grande melhoria em sua saúde, confira os mais conhecidos e como utilizar.

A alimentação saudável é um dos pilares para quem quer ter uma boa saúde, juntamente com a prática constante de exercícios. Quem consegue evitar a ingestão de frituras, fast food e coisas do tipo, tem bem menos chance de desenvolver doenças cardíacas, dos ossos e muitas outras. No artigo de hoje então, vamos abordar os alimentos funcionais, mostrando como eles podem ajudar nosso corpo e fazer com que tenhamos muito mais qualidade de vida.

O que são os alimentos funcionais?

alimentos funcionais

Indo direto ao assunto, o conceito de alimentos funcionais foi introduzido inicialmente no Japão em meados dos anos 1980, referindo-se a alimentos usados como parte de uma alimentação normal e que demonstram benefícios fisiológicos ou reduzem risco de doenças crônicas, além de suas funções básicas nutricionais .

Atualmente, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é o órgão responsável pelas regulamentações dos alimentos funcionais. A ANVISA reconhece como alimentos com alegações de propriedades funcionais e/ou de saúde os listados abaixo:

  • Ácido graxo ômega 3,
  • Carotenóides (licopeno, luteína e zeaxantina),
  • Fibras alimentares (fibras, betaglucana, dextrina resistente, fruto-oligossacarídeos, goma guar hidrolisada, inulina, lactulose, polidextrose, psílio e quitosana),
  • Fitoesteróis,
  • Polióis (manitol, xilitol, sorbitol)
  • Proteína de soja.

Além desses, alguns outros componenetes também são apontados como alimentos funcionais, embora não estejam nessa lista da anvisa.

Quais são os principais alimentos funcionais?

Citamos aqui os principais, que podem ser incluídos em suas receitas fit com sucesso:

Soja

A soja possui como substância bioativa, as isoflavonas que com um consumo diário de cerca de vinte e cinco gramas de sua proteína é necessário para ajudar a reduzir os níveis altos de colesterol no organismo humano, desde que a sua ingestão seja frequente e associada a hábitos de vida saudáveis. Além disso, de acordo com especialistas, a soja provoca redução do risco do aparecimento de problemas cardíacos e vasculares, reduz o mau colesterol LDL, e aumenta o chamado colesterol bom o HDL.

Iogurte natural

Um dos alimentos probióticos, aqueles com adição de microrganismos vivos, o iogurte não ajuda apenas a equilibrar o intestino mas contribui para o equilíbrio emocional. Estudos recentes mostram que as bactérias presentes no iogurte natural são capazes de alterar a química do cérebro e ajudar no tratamento de distúrbios relacionados a ansiedade e depressão. Além de reforçar a imunidade, acalmar e ajudar a dormir bem. A vitamina B12, também presente em sua composição, é essencial para a produção de glóbulos vermelhos e para a saúde do sistema nervoso. O melhor é substituir os iogurtes açucarados pelo natural integral, fonte excelente de proteínas, cálcio, riboflavina e vitaminas D, B6 e B12. Ofereça a seu filho direto do pote ou coloque no cereal e nas frutas, como sobremesa.

alimentos funcionais funcionam

Hortaliças

As hortaliças fornecem inúmeras substâncias funcionais, além de vitaminas, minerais e fibras. Dentre as substâncias bioativas, destacam-se a luteína e a zeaxantina que agem em conjunto. A luteína e a zeaxantina tem ação antioxidante que protege as células contra os radicais livres. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis. A luteína é encontrada em vários vegetais, com destaque para o espinafre, enquanto a zeaxantina é encontrada principalmente nos alimentos de coloração amarela intensa, como o milho e a gema de ovo.

Anúncio Patrocinado:

Além disso, protegem principalmente a visão contra a ação dos radicais livres, reduzindo o risco de desenvolvimento de catarata e degeneração macular.

Água de coco

A água de coco é um Isotônico natural e rico em potássio. Quando uma pessoa transpira demais ou tem diarreia, perde uma quantidade grande do mineral, que deve ser reposto para evitar a desidratação e cãibras. É eficiente principalmente contra doenças do trato urinário. A água de coco é uma opção muito mais saudável que o refrigerante, cheio de açúcar e calorias vazias.

Tomate 

Mais uma fruta que ajuda a prevenção do câncer, principalmente o de próstata, graças a substância funcional chamada licopeno que o tomate contém em abundância.

Maçã

Além de muito saborosa, a maçã é um dos alimentos funcionais que trazem inúmeros benefícios para a saúde. É nutritiva, rica em vitaminas e minerais.

Para quem busca acelerar o metabolismo essa fruta pode ser um grande aliada. Em sua casca há uma fibra chamada pectina, que torna a digestão mais lenta e mantém a saciedade por um bom tempo após sua ingestão, reduzindo o apetite, além de atrasar a absorção de açúcar pelo corpo e reduzir o estoque de gordura.

Vinho Tinto 

Também considerado um alimento funcional, pois possui resveratrol e polifenóis, que protegem o corpo contra doenças cardíacas, mas deve ser consumido com moderação por se tratar de uma bebida alcoólica.

Chá Verde

Este chá além de ser um potente antioxidante, tem uma substância funcional chamada catequina, que previne diversos tipos de câncer e doenças cardiovasculares, além de retardar o envelhecimento.

alimentacao saudavel funcional

Quais os principais benefícios que trazem para saúde?

Além das suas qualidades nutricionais básicas, os alimentos e substâncias funcionais proporcionam vários benefícios para a saúde, tais como:

  • Redução dos riscos do aparecimento precoce de doenças crônico-degenerativas (doenças cardiovasculares, câncer, hipertensão, diabetes, doenças inflamatórias, intestinais e mal de Alzheimer);
  • Promoção do aumento da longevidade com qualidade de vida;
  • Melhoria e estímulo do sistema imunológico;
  • Fornecimento de maior proteção à saúde no longo prazo;
  • Favorecimento do funcionamento do organismo;
  • Promoção do bem-estar das pessoas.

Como incluir alimentos funcionais no cardápio

•    Substituir o arroz parboilizado ou branco pelo arroz integral;
•    Trocar o pão branco por granola integral no café da manhã;
•    Acrescentar aveia, linhaça e chia em sucos ou vitaminas, frutas ou iogurtes ou, até mesmo, nas preparações salgadas e saladas;
•    Utilizar ervas e óleos vegetais ricos em ácidos graxos poli-insaturados, como o azeite de oliva extravirgem ou óleo de girassol ao preparar os alimentos, bem como nas saladas.

Conclusão

Lembramos que antes de inserir qualquer tipo de alimento em sua alimentação é importante consultar seu médico nutrólogo , pois somente ele pode lhe pedir exames e ver qualdieta mais se adequa a seu organismo. As informações aqui contidas são de domínio público na internet, não nos responsabilizamos pelo mal uso das mesmas

Se você tem sugestões de outros artigos que quer ler aqui, mande nos comentários!

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *